ELIZ DO JAGUARETE NA RECLAMAÇÃO
A filha de Kodiak Kowboy é de criação/propriedade do Jaguaretê

         No sábado, 21 de março, o Hipódromo Paulistano foi palco do CLÁSSICO PRESIDENTE LUIZ NAZARENO TEIXEIRA DE ASSUMPÇÃO (L), R$ 11 mil, em 1.500m, areia macia, reunindo oito Éguas de 3 e mais anos.
Na corrida prevaleceu Juju Popular (5.Al Arab), que superou por ½ cabeça a favorita ELIZ DO JAGUARETE (F.C.3a.RS - Kodiak Kowboy e Dona da Fé por Basim), de criação (no Haras Bagé do Sul, pelo Dr. Ulisses e sua equipe) e propriedade do vitorioso STUD JAGUARETÊ, conduzida pelo MAIKON MESQUITA (Ap.1), que reclamou prejuízos da pilotada de André Luis Silva e, depois de demorado julgamento, a Comissão de Corridas desclassificou a legítima vencedora. Em terceiro lugar a 7 ½ corpos finalizou Shanghai Rubby (4.Shanghai Bobby); 4 corpos à frente da quarta colocada Agnes Love (5.Agnes Gold); fechando o placar a ¾ de corpo Minneapolis (3.Put It Back). A seguir: Blaster, Kinetic Power e Alemoa.
A vitoriosa é preparada pelo bom MÁRIO ANDRÉ e assinalou 1’28”236 para o percurso. Esta foi a 4ª vitória (2ª clássica - Prova Especial e L) de Eliz do Jaguarete, que possui ainda 2 colocações (1 clássica) em 6 exibições.


Eliz do Jaguarete (por fora), com M.Mesquita (Ap.1), levou melhor

 

 

 
 
 

© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.