VII GP MAGI AVERALDO, UM FESTIVAL HISTÓRICO NO HIPÓDROMO DE AQUIRAZ
Forte Cheyenne é o favorito da prova principal. Festa promete!

Fábio Câmara

Se há um ano alguém dissesse que teríamos 12 páreos e 61 animais inscritos no JOCKEY CLUB CEARENSE, disputando páreos da raça puro-sangue inglês, provavelmente teria sido taxado de louco.
Por isso, sonho que se sonha sozinho, pode ser um mero sonho ou um devaneio, mas sonho que se sonha junto, agora se torna realidade: a Casa do Turfe Nordestino abre suas portas com muita honra, porém sempre com responsabilidade e respeito aos protocolos sanitários de enfrentamento à pandemia, para promover o FESTIVAL DO VII GP MAGI AVERALDO, procurando fazer deste, um momento inesquecível para os turfistas nordestinos e brasileiros.
Esse foi um trabalho de muitas mãos, todas dadas num mesmo sentido, para termos sempre o melhor e mais seguro espetáculo. Não há como deixar de destacar o esforço do PRESIDENTE CARLOS ALBERTO ROCHA e do VICE-PRESIDENTE GIOVANNI MAGI, que, com seus espíritos humildes, porém visionários, conseguiram trazer de volta para o J.C. Cearense (agora no HIPÓDROMO DE AQUIRAZ), a nata do turfe nordestino. Além deles, todos os proprietários, Comissão de Corridas, funcionários, profissionais e colaboradores são os responsáveis pelo sucesso dessa iniciativa, pois sem o trabalho e a dedicação de todos, nada disso seria possível.
E eis que hoje, chegamos ao ponto alto do calendário turfístico cearense com um festival grandioso, à altura do homenageado e da família Magi, patrona do evento. Serão muitas emoções das 10h às 17h deste sábado, 19 de junho. Uma festa imperdível!

 



© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.