Capa
 
 
 
 

LITTLE BAD GIRL É DO FIGUEIRA DO LAGO
Brilharam: Agnes Gold, Vagner Borges e Dulcino Guignoni

João Carlos Faro

O 5º páreo de domingo, 9 de dezembro, no Jockey Club Brasileiro, GP OSWALDO ARANHA (G.2), R$ 40 mil + R$ 12.121,22 (Added), marcou o êxito da mais nova do campo, a potranca LITTLE BAD GIRL (F.C.3a.SP - Agnes Gold e Wild Moon, por Wild Event), criação e propriedade do modelar HARAS FIGUEIRA DO LAGO (Bárbara e Álvaro Magalhães).
Karol King foi para frente logo após a largada, seguida por Future Queen, LITTLE BAD GIRL, Ordinary Love, Fly First Class, Nemvemquenaotem, Galdina e Betting Site. Vagner Borges esperou a seta dos 400 metros finais para dar a partida e LITTLE BAD GIRL assumiu a vanguarda logo depois, para resistir até o disco aos ataques de Ordinary Love (4.Ay Caramba), que formou a dupla, a ½ corpo. Em 3º, a 3 ¼ corpos, finalizou Betting Site (4.Pounced), descontando nos metros finais, com Future Queen (4.Wild Event) - que sofreu hemorragia Grau V - e Fly First Class (4.Wild Event), respectivamente, em 4º - a ¼ de corpo e em 5º - a ¼ de corpo - lugares. A seguir: Karol King, Naovemquenaotem e Galdina.
Preparada no Centro de Treinamento do Vale da Boa Esperança, em Itaipava, pelo campeão Dulcino Guignoni, LITTLE BAD GIRL obteve sua 3ª vitória (2ª clássica, 1ª em Grupo), em 8 saídas e registrou 2’30”11 para os 2.400m, grama pesada.


Little Bad Girl, com V.Borges, gostou do percurso alentado

 

 

 

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.