NHOQUIN (T.H.APPROVAL), É O NOVO REI DA RAIA PAULISTANA
O ganhador é de criação e propriedade do Haras Phillipson

No sábado, 20 de junho, foi corrido no Hipódromo Paulistano o GP GENERAL COUTO DE MAGALHÃES (G.3), R$ 18 mil, em 3.218m, grama (8m) leve, reunindo sete Produtos de 3 e mais anos.
Venceu e convenceu NHOQUIN (M.C.3a.SP - T.H.Approval e Top Dodge por Dodge), de criação e propriedade do campeão HARAS PHILLIPSON, que sob a monta do RUBERLEY VIANA, foi dominado pelo Paper Plane (4.Flymetothemoon) nos 400m finais, retornando sob o rigor de seu piloto para garantir 1 ¼ corpo sobre seu maior rival. Em terceiro lugar a 1 ½ corpo concluiu Master Tiko (4.T.H.Approval); 1 ¾ corpo à frente do quarto colocado Mañana Poderosa (3.T.H.Approval); completando o marcador a ¾ de corpo First Fighter (5.Public Purse) - que não gosta da grama (dura) leve -. Fernando Larroque (Mañana Poderosa) reclamou prejuízos de Maikon Mesquita (Master Tiko) e a Comissão de Corridas desclassificou o 3º colocado para o 4º lugar. Portanto, 3º Mañana Poderosa, 4º Master Tiko. A seguir: Orario Pubblico e Granadino.
O vencedor é treinado pelo experiente AFONSO FLÓRIO BARBOSA (SP) e registrou 3’33”977 para a distância. Esta foi a 3ª vitória clássica (2 L e G.3) de Nhoquin, que possui ainda 7 colocações (5 clássicas) em 13 largadas (13 CJ).


Nhoquin, com R.Viana, tem predileção pelos percursos alentados

 

 

 
 
 

© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.