ADEUS... AMIGA EDNA!

 


Com a amiga eterna Edna

Não vou escrever uma homenagem triste a uma pessoa querida que morreu... Vou prestar um manifesto público para uma das pessoas mais maravilhosas que conheci.
Edna Cabreira era uma pessoa especial. Foi minha aluna no Colégio Presbiterano Mackenzie. Já a identifiquei brincando, pois queria a baliza externa da lousa para escrever os verbos... Quantas risadas... Sempre fui aconselhada por familiares que Edna era uma das poucas amizades sinceras que merecia ser investida... Amiga generosa, leal, carinhosa e verdadeira...
Dona de grande integridade, falava “impropérios” para dar leveza aos fatos e que alguns incautos condenavam por não terem a capacidade para adentrar a riqueza de sua envolvente personalidade... Testemunha recente, ao sair da Santa Casa, médicos e funcionários foram em peso ao seu quarto para se despedirem...
Cursou Faculdade de Economia na FMU, mas dedicou toda a sua vida à paixão pelos cavalos, herança de seu pai, Abadio Cabreira. Nasceu amando o cavalo; assistir às corridas no Jockey Club de São Paulo era o sonho de sua vida. Não usava vestidos, pois dizia que, para lidar com cavalos nas cocheiras, teria que usar botas, calças jeans e camiseta.
Tive a honra de viajar com ela duas vezes a Buenos Aires: uma em 2012 para assistir ao GP Latino-Americano e outra em 2013 para assistir ao GP Pelegrini. Companhia alegre, alto astral, sincera, envolvente...
Obrigada por sua amizade, seu carinho... Um dos presentes que a vida me ofereceu...
Adeus, querida!

Jessie Navajas de Camargo

 

 



© 2022 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.