PAPITO LEVOU A “BAL A BALI”
O filho de Midshipman é de criação do Haras Cifra

João Carlos Faro

No 3º páreo de domingo, 3 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro, PROVA ESPECIAL BAL A BALI, R$ 13,2 mil, para Produtos de 2 anos, uma vitória fácil e de ponta a ponta do favorito PAPITO (M.C.2a.PR - Midshipman e Mandaguaçú, por Jules), criação do HARAS CIFRA e propriedade do Stud Alvarenga (que também foi o dono do homenageado Bal A Bali). Muito bem dirigido por Leandro Henrique, PAPITO largou na frente e ensinou o caminho do disco aos rivais. Petrus (Jeune-Turc), único já corrido - e vencedor na única tentativa - seguiu o ganhador o tempo inteiro, chegando a 4 ¼ corpos. Marrom Bombom (Al Arab) progrediu para 3º, a 1 corpo, com Hareback (Put It Back) em 4º, a 1 ½ corpo. Hipness (Put It Back) fechou raia, em 5º, a 11 corpos.
O estreante PAPITO, apresentado em forma perfeita por Julio Cezar Sampaio, assinalou 57”41 nos 1.000m, grama (9m) leve.


Papito, com L.Henrique: ótima amostra


 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.