ROYAL FORESTRY É DO ‘FENÔMENO’
O filho de Forestry foi criado no Santarém para o Belmont Ltda

No sábado, 20 de junho, o Hipódromo de Cidade Jardim sediou o GP PRESIDENTE JULIO CESAR FERREIRA DE MESQUITA (G.3), R$ 18 mil, em 2.400m, areia macia, reunindo cinco Produtos de 3 e mais anos.
Vitória fácil do franco favorito ROYAL FORESTRY (M.C.4a.PR - Forestry e Bela Val por Val Royal), de criação do HARAS BELMONT LTDA e propriedade do STUD FENÔMENO, que pilotado com segurança pelo ANDRÉ LUIS SILVA (que venceu 3 e igualou Fernando Larroque na liderança da estatística, superando-o no quesito prêmios), dominou por contundentes 8 ¾ corpos a Olympic Javier (3.Redattore) - de bela performance -; finalizando na terceira posição a 9 ½ corpos Avião Sureño (4.First American); 20 ½ corpos à frente do quarto colocado North Face (3.T.H.Approval); fechando o lote a 60 ¾ corpos Joe Gold (4.Christine’s Outlaw) - que decepcionou totalmente -.
O ganhador é preparado pelo gaúcho JULIO CESAR (PR) e anotou a ótima marca de 2’26”580 (arranhou o recorde de Kará de Birigui - 2’25”974) para a milha e meia. Esta foi a 9ª vitória (7 CJ, 2 TR - 6ª clássica - 3 Provas Especiais, L e 2 G.3) de Royal Forestry, além de 7 colocações (5 clássicas) em 17 atuações (13 CJ, 4 GV).


Royal Forestry, com A.L.Silva, deu um vareio

 


 
 
 

© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.