João Carlos Faro
 
 
 

CAMINHO DO PRADO

* RICARDO AUMENTA O RITMO AOS POUCOS - Jorge Ricardo, que luta para reassumir o topo do mundo, vai reativando sua carreira com muita consciência e tranquilidade. Começou montando um cavalo por reunião. No sábado (14/10) já montou dois e disse estar se sentindo mais confiante, o que significa que logo aumentará o número de montarias por reunião. De qualquer maneira, ele sabe que só precisa estar bem para atingir seu objetivo de fim de carreira, pois terá todo o tempo que for necessário para superar as 12.844 vitórias do já aposentado Russell Baze, atual número 1 do mundo, em termos de vitórias. A galera está na torcida pelas vitórias (do brasileiro) e pronta para soltar o grito: “É CAM – PE – ÃO”!

* VITÓRIAS QUE FIZERAM JUSTIÇA - Os dois grandes prêmios do Grupo 3 realizados no domingo (15/10), na Gávea, fizeram justiça a profissionais que vêm realizando ótimo trabalho. No GP SALGADO FILHO, com direção impecável de Vagner Borges, Special Envoy, de propriedade do próprio treinador Pedro Barbosa Lima, que começou no turfe participando de páreos de amadores e em razão de acidentes parou de montar. A paixão pelos cavalos e o conhecimento que adquirira na Hípica foi elevando-o como treinador e também como proprietário, titular que é do Stud Allstar Brasil, que vem de ótima temporada. No GP COSTA FERRAZ, a aprendiz de joqueta Victoria Mota certamente deve ter enchido de orgulho seu pai, Alex Mota, um dos maiores jóqueis brasileiros dos últimos tempos. Middle Fast arrancou de último para um triunfo consagrador, numa exibição que entusiasmou pela emoção e pela garra da menina. E também premiou a treinadora Cristina Resende, que vem cumprindo boas temporadas, terminando entre os primeiros em meio a treinadores consagrados, num ambiente predominantemente masculino e com plantéis mais frondosos. Enfim, dois êxitos que fizeram justiça aos vencedores.


Victoria Mota e Cristina Resende comemoram a vitória de Middle Fast - Sylvio Rondinelli

* CANCELADAS APOSTAS DE SÁBADO NO SIMULCASTING - A PMU comunicou aos apostadores, através do site do JCB, o cancelamento das apostas feitas a partir do 5º páreo de sábado (14/10) no simulcasting com os hipódromos americanos de Gulfstream, Belmont e Keeneland, por problemas técnicos. Todas as apostas (a partir do 5º páreo) realizadas nesses hipódromos serão devolvidas, inclusive as que envolviam Picks e Daily Doubles que finalizariam a partir do referido 5º páreo. E também serão devolvidas todas as apostas feitas em todos os páreos do mesmo dia, em Santa Anita. No dia seguinte (domingo, 15 de outubro), o sistema estava normalizado.

* C.RICARDO PRETENDE DEIXAR O TREINAMENTO - O jovem Cícero Ricardo, que além de já ter mostrado habilidade para o ofício traz nas veias o sangue da profissão - é filho do também treinador Antonio Ricardo Silva - está deixando a função e seus pensionistas podem ter um mesmo destino: as cocheiras do treinador M.Chaves, que recentemente veio do Sul.

* MAIS APRENDIZES ‘NO FORNO’ - A Escola de Profissionais do Turfe segue a todo vapor como fábrica de valores para o esporte. Depois de Higor Gabriel, que na última semana foi incorporado ao quadro de profissionais do turfe carioca, três alunos vão se destacando e, em breve, estarão atuando: Luiz Fernando Henriques, filho de L.Henriques, jóquei radicado em São Paulo; Bruno Queiroz, filho do jóquei A.Queiroz, em atividade no turfe carioca, e Mateus Diaz.

* PARCERIA DESFEITA - Está oficialmente desfeita a parceria entre o jóquei Alexandre Correia e a agente de montarias Bruna Baquil, que agora deverá cuidar das montarias do novo aprendiz Higor Gabriel.

* APOSTAS DA TERÇA-FEIRA CAEM NOVAMENTE - Após algumas reuniões de quedas (desde a implantação do dia entre as carreiras do Rio) e de uma reação espetacular na última semana (3 de outubro), quando atingiu o ápice de R$ 756 mil, o movimento de apostas da terça-feira, 10, voltou a apresentar queda e baixou para R$ 680 mil. No entanto, como era programa com 8 páreos, a realidade atual é a média por páreo de cerca de R$ 85 mil.

* MAURO ANDRADE É HOSPITALIZADO - Com desconforto na região torácica, o treinador Mauro Andrade foi hospitalizado e deverá passar por um cateterismo.

* MAZINI, O MAIS MULTADO - De acordo com o boletim da Comissão de Corridas (10/10), o total das multas emitidas chegou a R$ 1.589,00, com 12 casos de excessos de pesos. O mais multado foi Marcos Mazini: R$ 465,00, por 2 excessos de pesos.

* MATRÍCULA CANCELADA - A pedido do próprio profissional - que está voltando ao turfe paulista -, foi cancelada, no turfe carioca, a matrícula do treinador Dendico Garcia Jr., que cumpriu bom período na Gávea com corredores do Haras Uberlândia. Mais um que sai da Gávea a fim de fugir do verão carioca.

* TURFE CARIOCA SOFRE IMPORTANTE PERDA - Morreu no domingo (15/10), aos 79 anos, o médico otorrinolaringologista DR. ISMAEL DA SILVA NETO, titular do Haras Vale do Stucky. Sócio do clube desde 1976 e diretor da maior entidade turfística do Brasil há muitos anos, Ismael da Silva Neto ocupou funções importantes, tais como as direções do Hospital Veterinário Octavio Dupont e do Serviço de Repressão ao Doping. Vai fazer muita falta.

* C.FARIAS COMEÇA COM SEIS MONTARIAS - Claudinei Farias, que se transferiu do turfe gaúcho para os Emirados Árabes vai estrear por lá na próxima quinta-feira (19/10), com 6 montarias.

* CARLOS HENRIQUE BRILHA NA ALEMANHA - Este jóquei que descobriu o caminho do turfe na Índia, já está há mais de um ano na Alemanha, tendo atuado em todos os grandes hipódromos daquele país. Centrado, Henrique diz que busca adquirir experiência para voltar ao Brasil como profissional de ponta. Que tudo dê certo para o bom piloto.

* LU ANDRADE, MAIS UMA CIRURGIA - Esta joqueta, que trocou o turfe carioca pelo dos Emirados Árabes (onde exerce a função de redeadora), está às voltas com seu joelho direito. A primeira cirurgia não resolveu e Lu já enfrentou a segunda, esperando que seja a última e possa voltar logo a trabalhar.

* ARIEL FARIAS JÁ ESTÁ PRONTO PARA ESTREAR - O aprendiz formado pela Escola de Profissionais do Turfe (Rio de Janeiro) e que recentemente trocou o turfe carioca pelo paulista, está pronto para estrear em Cidade Jardim, o que pode acontecer ainda esta semana.

* ‘TOINHO’, MAIS UM QUE VAI PARA SÃO PAULO - Com poucas oportunidades no turfe carioca, Antonio Ferreira Matos, o pernambucano “Toinho”, é outro que está trocando o turfe do Rio pelo de São Paulo.

* BENTO SERÁ EXIBIDO EM MAROÑAS - O turfe gaúcho pula na frente no quesito “transmissão de prova brasileira no Exterior”. Neste sábado, 21 de outubro, o GP Bento Gonçalves será transmitido em um simulcasting com o Hipódromo de Maroñas, no Uruguai. Como estamos dizendo há muito tempo, essa é a mais rápida forma para incrementar o movimento de apostas. Criar turfistas é um processo lento e que demanda gastar muita grana (que anda escassa por aqui). É muito mais fácil (e menos custoso) trazer turfistas de outros países para as pedras de apostas brasileiras. No Brasil a estimativa de turfistas apostadores é de cerca de 7.500, no resto do mundo são 100 milhões. Ademais, levando-se em conta o câmbio, nem é preciso ser matemático para perceber o salto quantitativo que tais apostas (principalmente se forem feitas em dólares ou em euros) trariam para as pedras nacionais.

* JÓQUEIS DO RIO NA FESTA DO BENTO - Além do líder da estatística, Leandro Henrique, que dirigirá Leão de Prata (GP Bento Gonçalves) e Smart Flyer (GP Presidente da República), o bridão Marcelo Gonçalves estará presente em todas as provas clássicas deste sábado, no Cristal. Ele montará Euquemando (GP Bento Gonçalves), Gubbio (GP Presidente da República), Flight At Night (GP Luiz Fernando Cirne Lima), Hija Del Sun (Clássico ABCPCC) e Raçador (Clássico Nestor Cavalcanti de Magalhães). Luan Silva Machado, que vem mantendo posição no “top ten” carioca, estará no dorso de Liberado, de propriedade de André Luiz Dumortout de Mendonça.

* APOIO: ODMED.

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.