CAMINHO DO PRADO
João Carlos Faro

* RESULTADOS MUITO AQUÉM DA EUFORIA - Nos sábados (28/9 e 5/10), o Jockey Club Brasileiro enviou as imagens de páreos do Hipódromo da Gávea para a França, país em que o público apostador é bem superior ao do Brasil e onde as apostas são feitas em euro, moeda com valor cerca de 4,5 vezes superior a nossa. Foi bom? Em princípio, sim. Mas longe de ser motivo de euforia. Afinal, se as apostas na França atingiram quase R$ 5,5 milhões (em valores já convertidos) com a exibição de seis páreos no dia 28/9 e de pouco mais de R$ 6 milhões (também com valores convertidos) apostados em sete páreos, na prática geraram pouco mais de R$ 80 mil (28/9) e pouco mais de R$ 90 mil (5/10) para os cofres da entidade carioca, já que o Jockey Club Brasileiro recebe um percentual ínfimo (1,5%) do que por lá é apostado. Os valores, em termos econômicos, quase nada acrescentaram ao turfe carioca. Os otimistas de plantão, obcecados com os números franceses, nem perceberam que o movimento por aqui foi o mais fraco dos últimos tempos, sequer atingindo R$ 500 mil em ambas as ocasiões. O fuso horário entre Brasil (horário de Brasília) e França é de menos cinco horas em relação ao país europeu e, para atender o interesse dos franceses, a reunião carioca foi antecipada em uma hora e meia, passando das 14h15 habituais para as 12h45 (no dia 28/9) e para as 13h15 (no dia 5/10). Como ainda estávamos no início da primavera, as antecipações só interferiram no horário do almoço de turfistas do Rio e na rotina dos profissionais, mas não chegou a prejudicar os maiores astros do espetáculo, os cavalos. No entanto, mais reuniões ainda terão transmissão para a França e as duas últimas previstas para os dias 23 de novembro e 21 de dezembro, épocas em que o clima é, tradicionalmente, muito quente por aqui. Dessa forma, a antecipação do horário das corridas pode fazer com que nossos cavalos tenham de correr sob calor muito forte. E o bônus disso? Se as imagens enviadas não gerarem valores significativos, só servirão para massagear egos. O cenário ideal seria que as apostas estrangeiras tivessem como destino a pedra da Gávea, o que representaria a redenção do nosso turfe. Se a ideia é internacionalizar o turfe carioca, que seja feito sem alterações nos horários. E olha que dentro da ótica otimista de alguns, o turfista do Rio ainda teria o que comemorar, pois as transmissões não foram feitas para o Japão, onde a diferença do fuso horário é de menos 12 horas em relação ao país asiático. Se assim fosse, as corridas da Gávea acabariam começando por algo em torno de 3 horas da manhã.

* RICARDO NO BENTO - O recordista mundial de vitórias, Jorge Ricardo, poderá ser a grande atração do GP Bento Gonçalves, prova máxima do turfe gaúcho, no próximo dia 20. Recuperado de grave acidente sofrido no turfe argentino e liberado pelos médicos, Ricardo já vem galopando cavalos na Argentina há alguns dias. O campeão brasileiro esteve presente na festa do GP Paraná onde recebeu, da agência TBS, uma placa comemorativa ao grande feito, entregou troféus com seu nome aos campeões das estatísticas de jóqueis do Tarumã (V.Rocha) e de Cidade Jardim (A.L.Silva) e arrematou - em sociedade com o Stud A.M.L. - um potro filho de Tiger Heart no leilão da TBS na véspera do GP Paraná.

* C.LAVOR E L.HENRIQUE BRILHAM EM SÃO PAULO... - No sábado, 5 de outubro. LAVOR conquistou 2 vitórias, ambas pilotando corredores sob os cuidados de A.F.Barbosa: no GP Luiz Fernando Cirne Lima (G.3), com LEPATE GOOSE (do Haras Phillipson) e no Clássico Emerson (L), com Nhoquin (do Stud Red Rafa), além de um 2º lugar (com Não Da Mais) no GP Jockey Club de São Paulo (G.1). HENRIQUE faturou o GP Diana (G.1) com Happy To Be Me, do Haras Regina, treinada por R.Solanes.

* ADDEDS PARA GPS DE OUTUBRO - Com data limite para o pagamento no dia 3/10, todos marcados para o próximo domingo, dia 13/10: o GP Linneo de Paula Machado (G.1), teve added de R$ 3 mil e recebeu 10 inscrições; o GP Costa Ferraz (G.3), added de R$ 2 mil, com 8 inscritas; e o GP Rocha Faria (G.2), added de R$ 2,5 mil, também com 8 participantes. O GP Antonio Joaquim Peixoto de Castro Jr. (G.2), marcado para o dia 27 de outubro, terá added de 2,5 mil. O GP Salgado Filho (G.3), que inicialmente estava programado para o dia 28/10, foi transferido para o dia 24/11.

* J.LEMOS MARCA SEU 1º ÊXITO - O aprendiz de 3ª categoria Juan Lemos, que havia começado no turfe carioca na semana anterior, conseguiu o 1º êxito na Gávea no 7º páreo de terça-feira (1º/10). O responsável pela conquista foi Cavalo Marinho, de propriedade do Stud São José dos Bastiões, aos cuidados de Valter dos Santos Lopes. Que muitas vitórias sejam obtidas pelo jovem aprendiz. Como ocorre de praxe no turfe carioca, J.Lemos teve perdoada sua primeira punição (que seria uma suspensão, por delitos de raia, montando Lowell).

* NOVOS ÍNDICES PARA LIBERAÇÃO DA GRAMA - A Comissão de Corridas do JCB, em razão da entrada da Primavera, fixou novos índices para a liberação da pista de grama: 4,7 para os páreos comuns e claimings; 5,3 para os páreos de pesos especiais (novidade no cardápio); e 7,5 para as Provas Especiais, Clássicos e Provas dos Grupos 1, 2 e 3. Agora só falta respeitar os índices, já sabedores que vai seguir vigorando o redutor de três pontos percentuais.

* MATRÍCULAS COM VALIDADE PRORROGADA - Foram prorrogadas até o fim do ano hípico 2019/2020, as matrículas dos jóqueis G.Araújo e J.T.Silva.

* SUSPENSÃO POR BALDA OU INDOCILIDADE - O animal que for suspenso por balda ou indocilidade - na partida - estará automaticamente liberado para ser inscrito se tiver parecer favorável do árbitro de partidas.

* F.LEANDRO SEGUE ‘DANDO AS CARTAS’ NA ARGENTINA - Em fase magnífica, Francisco Leandro Fernandes, campeão da estatística de 2018 no turfe argentino, segue brilhando por lá. Com três meses de estatística ainda pela frente, o brasileiro soma mais de 300 vitórias e busca quebrar o recorde de vitórias em uma única temporada - 477 vitórias -, mais um título em poder do recordista mundial Jorge Ricardo.

* APENAS TRÊS NEGOCIAÇÕES NOS CLAIMINGS... - Foram realizadas na Gávea entre os dias 28 de setembro e 1º de outubro: no 3º páreo de sábado (28), o STUD NOVA REPÚBLICA ficou com a ganhadora Love Letters; no 4º páreo de segunda-feira (30), o STUD JIFE arrematou More Than Good; e no 4º páreo de terça-feira (1º), o STUD TIEPPO BORGES levou Kobe.

* PROFISSIONAIS SUSPENSOS - Foram suspensos, segundo o Boletim da Comissão de Corridas do JCB do dia 1º/10, os seguintes profissionais, todos por delitos de raia: W.XAVIER (Gasômetro), nos dias 12 e 13/10; H.FERNANDES (Kapítulo), também nos dias 12 e 13/10; A.GULART (Garra e Zig Zag), nos dias 14 e 15/10; e, no dia 12/10, V.GIL (Hot Evenning), M.GONÇALVES (Active Time) e W.S.CARDOSO (Underground).

* APRENDIZ W.XAVIER, O MAIS MULTADO - Com R$ 2.580,00 em multas e sem nenhum caso de excesso de peso, foi emitido o Boletim da Comissão de Corridas do JCB no dia 1º/10. O profissional mais multado foi W.XAVIER: R$ 330,00 por um somatório de 5 punições, sendo R$ 180,00 por reincidência em omissão de registro no Livro de Ocorrências (Olympic Dust, duas vezes - ???), R$ 30,00 por atraso para o cânter (Jardim Europa), R$ 60,00 por ultrapassar o horário para pesagem (Pepsi-Queen) e R$ 60,00 por reincidência em atraso para o cânter (General Kodyak).

* APOIO: ODMED.

 

 
 
 

© 2019 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.