CAMINHO DO PRADO
João Carlos Faro

PMU PRETENDE FOCAR SUA PARTICIPAÇÃO NAS APOSTAS

Após três anos de parceria, o grupo francês Pari Mutuel Urbain (PMU) pretende modificar sua forma de atuação junto à subsidiária brasileira e focar sua estratégia apenas nas apostas, abrindo mão de toda a estrutura que é mantida atualmente. Nos próximos 60 dias, um novo modelo de contrato e um plano de transferência das atividades deverão ser definidos entre a PMU e o JCB. Durante esse período, porém, a PMU garantiu que manterá todas as atividades e investimentos previstos na parceria, incluídas a preparação e a divulgação do GP Brasil 2019.

* O ESTRAGO DAS CHUVAS NA GÁVEA - As fortes chuvas que caíram no Rio de Janeiro desde segunda-feira (8) e causaram grandes estragos – com vítimas fatais pela cidade – também não pouparam as cocheiras localizadas nas Vilas Hípicas do Hipódromo da Gávea. Animais submersos, perdas substanciais para treinadores, funcionários e moradores. A Comissão de Corridas do JCB, que já havia cancelado os sete páreos finais de segunda-feira (8) e toda a reunião de terça-feira (9), decidiu, na quarta-feira (10), após a apuração das ocorrências, cancelar as quatro reuniões que estavam formadas para sábado (13), domingo (14), segunda-feira (15) e terça-feira (16). Segundo o vice-presidente da Comissão de Corridas, Marcelo Beloch, “restaria desumano manter as corridas numa semana em que seriam disputadas as etapas finais das Tríplices Coroas cariocas. O Derby Day, normalmente um dia de festa, seria transformado em dia de lamentos e de tristeza. A maioria dos cavalos ficou debaixo d’água por muitas horas e, dessa forma, vulneráveis a doenças como laminite, leptospirose e pneumonia”. Para chegar a tais conclusões, foram ouvidos todos os setores que formam a infraestrutura do clube. E a resposta foi a seguinte: as três Vilas da Gávea ficaram totalmente alagadas; a não abertura da comporta do canal da Rua General Garzon causou (pela primeira vez na história) o alagamento total da Vila Hípica, normalmente a menos atingida pelos temporais; 80% dos animais ficaram durante cerca de 36 horas com água pela altura do peito e muitos desses ainda por mais horas; as cocheiras de trânsito, também prejudicadas, não poderiam receber os animais procedentes dos centros de treinamento com a comodidade e funcionalidade habituais. Para tentar prevenir um possível surto de leptospirose e de pneumonia, o Hospital Octávio Dupont encomendou 600 doses de penicilina para os cavalos atingidos. Além disso, quatro das cinco estações que fornecem energia para a pista – totalizador, fotochart, cronômetro e telão – foram inundadas e até quarta-feira (10) três delas, alagadas, seguiam impedidas de funcionar. A água das duchas, tanto as que servem para a irrigação quanto as utilizadas pelos animais, ficaram repletas de lama e de mato, imprópria para uso. A raia de areia sofreu grande perda de material e a previsão (feita na quarta-feira) é de que só seria reaberta – para treinos – pelo menos três dias depois. A Secretaria da Comissão de Corridas atendeu pedidos de treinadores com animais alojados na Gávea, com total aquiescência dos profissionais que atuam em centros de treinamento, e cancelou as quatro reuniões compreendidas entre sábado (13) e terça-feira (16). As provas do calendário clássico carioca já programadas foram remarcadas para este sábado, 20 de abril, conservadas as inscrições e os jóqueis já compromissados e, dessa forma, o Derby carioca (GP Cruzeiro do Sul, etapa final da Tríplice Coroa) fará parte das carreiras que serão enviadas para a França nesse dia 20 de abril. Foi elaborado novo projeto de inscrições e alguns páreos foram chamados novamente.

* PUNIÇÃO PARA P.B.LIMA - Segundo o Boletim 86 de 12 de abril, a Comissão de Corridas resolve: Suspender o proprietário e treinador PEDRO STRAUCH BARBOSA LIMA por infringir o Art. 40 combinado com o Art. 186 letra “a” do CNC, pelo prazo de 90 dias e proibir sua entrada em todas as dependências do Hipódromo da Gávea enquanto perdurar a punição ora aplicada. Motivo: Pedro gravou um vídeo e um áudio e ambos vazaram pelo whatsapp. Nele, ofensas foram proferidas contra o Presidente do JCB.

* RICARDO RECEBE TROFÉU DISTINCIONES CARLOS PELEGRINI - O recordista mundial de vitórias, Jorge Ricardo, foi um dos dois brasileiros agraciados com o troféu Distinciones Carlos Pellegrini, em cerimônia realizada na terça-feira (9), na Argentina. Ricardo recebeu o troféu Pellegrini Del Año, destinado a personalidades das corridas argentinas. O outro brasileiro premiado foi Francisco Leandro: recebeu o troféu Jockey Del Año, por seu desempenho, já que foi campeão da última estatística da Argentina, somando 389 vitórias.


Francisco Leandro - JCB

 

* MARCOS STAITI DE VOLTA - Este jóquei está de volta ao Brasil e já lhe foi concedida matrícula com validade até o fim do atual ano hípico 2018/2019.


Marcos Staiti - JCB

* M.F.SOUZA DE VOLTA APÓS BRILHANTE TEMPORADA - Maikon Fonseca de Souza, que vem de cumprir campanha meritória em Omã, nos Emirados Árabes, retornou ao Brasil, onde espera também ter oportunidade de mostrar seu valor. Pelo êxito obtido na temporada recém-finda, Souza deixou abertas as portas para uma possível nova incursão no turfe dos Emirados Árabes.


Maikon Fonseca de Souza com Roberto Solanes - JCB

 

* B.PINHEIRO, OUTRO BRASILEIRO BEM-SUCEDIDO NO EXTERIOR - Bernardo Pinheiro segue marcando presença no Exterior, mais precisamente no turfe de Dubai, nos Emirados Árabes. Recentemente, Pinheiro, que está em sua segunda temporada por lá, venceu o troféu The Zebeel montando no Meydan Racing Dubai.


Bernardo Pinheiro - Twitter

 

* EXAMES ENVIADOS PARA A FRANÇA - Foram enviados os fluidos biológicos dos seguintes corredores: ENERGIA ESPACIAL e ENÓLOGO (1º e 5º colocados na Prova Especial Gualicho - 2ª Etapa da Taça Quati); GO TO RIVIERA e FRUTADA (1ª a 3ª colocadas no GP Euvaldo Lodi).

* FORAM SUSPENSOS POR MAIS DE UMA REUNIÃO... - Segundo o Boletim da Comissão de Corridas do JCB de 10 de abril, os seguintes profissionais: D.STAITI (Iris Taris) de 17/4 a 2/5, por prejuízos com alteração no resultado do páreo, além de atraso para a pesagem, e a punição foi estendida até 4/5, por delitos de raia montando o cavalo Amigo Purse; C.G.NETTO (Unione), de 24/4 a 2/5, por prejuízos com alteração no resultado do páreo e uso imoderado do chicote (22 chicotadas na reta); H.FERNANDES (Lucky do Iguassu), de 24/4 a 1º/5, também por uso imoderado do chicote (22 chicotadas na reta); M.BRUNO (Gaitada), de 17 a 24/4, mais um que foi punido por uso imoderado do chicote (24 chicotadas na reta); I.R.MENDES (Zemariasampaio), de 17 a 24/4, também por uso imoderado do chicote (23 chicotadas na reta); M.B.SOUZA (Fusaichi Love), nos dias 20 e 21/4, por delitos de raia; e W.S.CARDOSO (Fugitive), também nos dias 20 e 21/4, por delitos de raia.


Dr. Cristian Schlegel, Valdinei Gil e sua esposa Janaína na Vila Lagoa - Bruna Baquil

 

* V.GIL, NOVAMENTE O MAIS MULTADO - O total das multas aplicadas a profissionais, segundo o Boletim da CC de 10/4, foi de R$ 3.845,00, com 11 casos de excessos de pesos. O profissional mais multado foi, pela segunda semana seguinte, V.GIL: R$ 750,00 pelo somatório de 6 punições. Outros profissionais que tiveram valor considerável de multas foram L.R.VIEIRA: R$ 500,00, em razão de pessoa sob sua responsabilidade ter transitado de carro na contramão, no prolongamento da reta, no dia 6/4, além de desconsiderado o aviso do starter e de ter retirado os cones que impedem a circulação de carros quando existem páreos na distância de 1.000m; e o aprendiz B.QUEIROZ: R$ 465,00, pelo somatório de 6 punições.

* APOIO: ODMED.

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.