De volta ao passado

OLD GIPSY – Para Homenagear
Um Grande Profissional
Marco A. de Oliveira

Fomos surpreendidos pela nota de falecimento, no último dia do mês de julho próximo passado, do ex-jóquei e vitorioso treinador Marcos Olguin, aos 69 anos. Homem de incontestável valor profissional, além de um caráter respeitável, Olguin revelou nomes de proa como Palemon e o nosso escolhido desta semana, Old Gipsy. Assim, in memoriam do ora saudoso profissional, recordemos o resumo da campanha do filho de American Gipsy em She Drives, por Houston. Um alazão nascido no Haras Anderson (PR), em 2001, que nas pistas representou exitosamente suas sedas.
Com campanha quase que na totalidade desenvolvida em Cidade Jardim, ali, Old Gipsy conseguiu as seguintes vitórias das quais quatro pela esfera nobre no Hipódromo Paulistano. Cronologicamente, apresentamos seus êxitos na pauliceia: 02.08.2004 (1.200m – A.S.), com a direção de Nelson Souza; 08.08.2004 – “Clássico Presidente Carlos Paes de Barros” (1.000m – G.L.), em 56”174, com Nelson Souza, sobre Pantaneiro (a 2 ½ corpos), Marruco, Rick Makul, Único Amor, Abin Master e Out Shine (não completou o percurso e foi sacrificado); 16.01.2005 – “Clássico Bráulio Gomes” (1.200m – A.V.E.) em 1’08”699 (recorde), com João Moreira, sobre Marruco (a 2 corpos), Free Prospector, Roi D’Assurance, Sharmma, Menphis Belle, Hot Money e Bravo Whisper; 27.02.2005 – “Clássico Câmara Municipal de São Paulo” (1.100m – A.E.), em 1’02”435 (recorde), com João Moreira, sobre Mig (a 2 corpos), Sharmma, Marruco, Ita Runa e Capitão Voador; 19.11.2005 – “Prova Especial Alberto Machioni” (1.300m – A.Ú.), em 1’15”418, com Altair Domingos, sobre Yshkan (a 9 ¼ corpos), Grená, Nickel Silver (mancou) e Indiana Jones; 12.02.2006 – “Prova Especial Jorge Wallace Simonsen” (1.300m – A.E.), em 1’15”545, com Waldomiro Blandi, sobre Último Tipo (a 3 ½ corpos), Carpeggiani e Neon Lights; 11.03.2006 – “Clássico Câmara Municipal de São Paulo” (pela segunda vez consecutiva), em 1.400m (A.V.M.), na marca de 1’22”130, com João Moreira, sobre Selo de Ouro (a pescoço), Phenomenal Dodge, Gold Brown, Filósofo e Actium; 07.05.2006 – “Prova Especial Phelippe Azer Maluf” (1.200m – A.V.M.), em 1’14”, com João Moreira, sobre The Commander (a 5 ½ corpos), Calling Music, Todas As Flores e Tayane; 11.06.2006 – “Prova Especial José Eugênio de Rezende Barbosa” (1.200m – A.V.L.), em 1’09”771, com Waldomiro Blandi, sobre Nítido e Claro (a 5 ½ corpos), Que Pesto, Cossete, Jato Forte, Don Melchor, Calling Music e Sib Lark; 30.09.2006 – Prova de Pesos Especiais Fazenda Cabangu (1.200m – A.M.), representando esta sua derradeira vitória.
Venceu ainda no Hipódromo do Tarumã, em Curitiba, aos 16.12.2005, o “Clássico Delegação do Jockey Club de São Paulo” (1.200m – A.S.), em 1’13”7/10, com Altair Domingos, sobre Jangadeiro (a 2 corpos), Eldorado Dodge, Nebuloso e Chocolatier.
Recordemos agora suas colocações pela esfera nobre em Cidade Jardim: 2° para D’Assurance (ficando a ¾ corpo deste) no Clássico Alberto Santos Dumont (1.400m – A.M.) e 5° para Pronasteron (G.P. Governador do Estado – 1.600m – G.P.), ambos em 2004; 3° para Varadouro (G.P. Copa ABCPCC – Velocidade – 1.000m – G.M.), em 2005. Vale salientar, ainda, suas colocações em Provas Especiais e Pesos Especiais, igualmente em Cidade Jardim: 3° para Sussex (Prova Especial Profissionais do Turfe – 1.200m – A.V.M.), esta em 2006; 5° para Fly And Goodbye (Prova Especial Profissionais do Turfe – 1.200m – A.V.E.), 2° para Select Reason (Prova Especial Alm. Joaquim Marques de Lisboa – Marquês de Tamandaré – Patrono da Marinha – 1.200m – A.M.), ambas em 2007; 2° para Gibi de Birigui (Prova de Pesos Especiais – 1.100m – A.V.M), novamente 2° para Gibi de Birigui (Prova de Pesos Especiais – 1.100m – A.V.M), 3° para Graziana (Prova de Pesos Especiais – 1.300m – A.M.), 2° para Ignis (Prova Especial Duque de Caxias – 1.200m – A.V.M.), 5° para Granizo (Prova Especial Profissionais do Turfe – 1.200m – A.V.M.) e 4° para Rumbo Cierto (Prova Especial Alm. Joaquim Marques de Lisboa – 1.200m – A.V.M.), todas em 2008.
Na Gávea, Old Gipsy competiu apenas uma vez tendo fracassado por ocasião do G.P.Major Suckow (1.000m – G.L.), em 2005. Infelizmente, na reprodução, Old Gipsy foi breve e sem filhos que mereçam registro.
O bonito alazão cara branca paranaense, sempre apresentado no último furo pelo competente Marcos Olguin, totalizou 27 apresentações, das quais 25 em Cidade Jardim (dez vitórias, das quais quatro clássicas), uma no Tarumã (vitória nobre) e uma na Gávea (sem colocação). Diga-se de passagem que, em Cidade Jardim, encordoou sete vitórias consecutivas sendo então praticamente imbatível nos percursos curtos. Além do que, agregou dois recordes a sua campanha (Clássicos Bráulio Gomes e Câmara Municipal de São Paulo), ambos na temporada de 2005.

Old Gipsy, com João Moreira, vence o Clássico Bráulio Gomes assinalando recorde – 1’08”699 – para os 1.200m (AVE). O saudoso Marcos Olguin segura o craque do Haras Anderson juntamente com Tomi, Roberta, familiares e amigos. 

 

 
 
 

© 2019 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.