Milton Lodi
 
 
 

LEILÃO DA ABCPCC NA GÁVEA EM JUNHO 2017

1) A Associação Brasileira, que há alguns anos promove um leilão de potros na semana do GP São Paulo, neste ano de 2017 vai pela primeira vez promover um similar no Tattersall do Jockey Club Brasileiro. O detalhe mais importante dessas promoções da Associação Brasileira está no detalhe da análise técnica sempre de um expert internacional de reconhecida competência. Isso elimina ofertas de animais com eventuais defeitos e/ou problemas, constituem em uma ótima colaboração da Associação aos vendedores e principalmente aos compradores. O leilão desse ano em São Paulo foi um sucesso, e tudo indica um novo satisfatório evento. Nesta 5ª feira, 22 de junho, às 20h, deverão ser leiloados 45 produtos, e no sábado a seguir as mesmas 20h, a 2ª etapa, com oferta dos números 46 a 86. São produtos de muitas procedências, para todos os gostos dos variados compradores. Nesse ano de 2017 a Associação obteve um extraordinário reforço em seu quadro funcional, com a ida da ótima administradora Mayra Frederico, que foi do JCB para a Associação para uma superintendência geral. A melhoria do padrão funcional da Associação logo se fez sentir, com uma entidade mais ágil, com as suas publicações mais corretas, mais precisas, mais competentes. Mayra Frederico, inclusive, acompanhou o técnico irlandês que foi contratado pela Associação para examinar os potros candidatos a participar do leilão. O técnico norte-americano, que habitualmente vem examinar os potros para os leilões da ABCPCC em São Paulo, por motivo de outros compromissos internacionais, ficou impedido de vir examinar os produtos a serem licitados no evento carioca, mas foi muito bem substituído pelo irlandês, que foi acompanhado em seu trabalho pela superintendente geral da Associação, que é veterinária de formação e que fez parte da primeira turma formada pelo Sheik Mohammed, curso com dois anos de duração, com teorias e práticas didáticas nos Estados Unidos, na Inglaterra, na Austrália e em Dubai, aulas das mais diversas atividades, como formação de planteis, formas de treinamento, aprendizado quanto a estudos de promoções de leilões, coberturas, partos, enfim, praticamente todos os aspectos da atividade turfística. A passagem de Mayra Frederico pela Escola de Jóqueis do JCB foi a melhor daquela meritória atividade do JCB, não só pelo conhecimento como também pela formação disciplinar dos aprendizes. Falando um inglês perfeito, Mayra Frederico já foi, a convite, quando no JCB e também na Associação, realizar palestras internacionais fora do Brasil, e com grande êxito. Vamos aguardar por um possível e até provável êxito do evento dos dias 22 e 24 de junho, na arena de vendas e compras da Gávea.

2) Causou uma pequena surpresa a não vinda dos melhores jóqueis em atividade na Argentina na semana do GP Brasil de 2017. Na Argentina, o atual campeão é o brasileiro cearense Francisco Leandro, seguido de perto pelo paranaense Altair Domingos. Na liderança atual está o uruguaio Pablo Falero, o nosso campeão Jorge Ricardo está em recuperação, o paraguaio Eduardo Ortega Pavon passou para segundo esta semana, e o paulista (ou gaúcho) José Aparecido. Os jóqueis argentinos, de um modo geral, não figuram entre os mais ganhadores. Mesmo com a ausência deles no GP Brasil deste ano, a regra se confirmou, as melhores provas, as verdadeiramente especiais competitivas, ficam quase sempre com os melhores jóqueis, não só por suas melhores qualidades como também eles sempre são procurados pelos responsáveis pelos melhores competidores. No GP Brasil, por exemplo, os cinco primeiros colocados foram, pela ordem, Angelo Márcio Souza, Valdinei Gil, Leandro Henrique, Carlos Lavor, e o excelente peruano Carlos Trujillo. Sem exceção, são cinco brilhantes jóqueis. E é natural que assim seja, os melhores cavalos merecem os melhores jóqueis.

3) A presença dos turfistas uruguaios nos leilões brasileiros tem sido constante. Animais para criação e para corridas tem sido adquiridos frequentemente. O turfe uruguaio está se levantando com força.

  

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.