Milton Lodi
 
 
 

FINS DE JULHO DE 2017

         Em meados de julho de 2017, Jorge Ricardo, pelo telefone de Buenos Aires para o jornalista Paulo Gama, informou que os médicos que operaram as duas fraturas que sofreu no fêmur da coxa esquerda entenderam que o problema já está superado, com a necessária consolidação completa do osso. Mesmo liberado a partir de 1º de agosto, Ricardinho disse que no mês de agosto ele vai dedicar-se à base de fisioterapia, recompor a massa muscular das pernas, inclusive no que diz respeito ao fortalecimento delas de um modo geral, e que então, em setembro, voltará aos treinamentos com os cavalos.
A dedicação, a perseverança e o seu amor à profissão vão com certeza devolver a Jorge Ricardo a sua liderança mundial como jóquei maior ganhador de corridas no mundo em todos os tempos.


Jorge Ricardo

Eduardo Ribeiro Saldanha, um veterano turfista que se encontrava afastado das corridas por alguns anos, comprou com 2 anos de idade um potro em leilão. Para a felicidade geral de muitos amigos, com 3 anos de idade o potro, um filho de Siphon, veio a vencer no Hipódromo da Gávea a 1ª prova da Tríplice Coroa. Foi o que faltava para o bom turfista reabrir as porteiras do seu Haras Planície, reunir um lote de éguas e comprar do Haras Di Cellius o garanhão Bold Start, muito bom velocista norte-americano. Boas vindas e muito sucesso.


Bold Start - www.bio.miami.edu

 

 

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.