CURTAS-PR
Dalton Mehl Andrusko

* PENSAMENTO DA SEMANA -“Se você quer um pedacinho do Paraíso, acredite em Deus. Mas se você quer conquistar o mundo, acredite em você porque Deus já te deu tudo o que você precisa para você vencer.” (Augusto Branco)

* PERSONAGEM DA SEMANA - No próximo dia 25 de fevereiro, teremos a volta da Escola Preparatória de Jóqueis, sob o comando dos professores Lauro José de Lima (que continua) e Zeferino Moura Rosa. O Paraná sempre foi formador de grandes jóqueis, como Luiz Rigoni (o maior), Pierre Vaz, Antonio Bolino, Virgílio Pinheiro Filho, Constante Bini, Eurico Ferreira, Isao Ohya e mais um punhado de craques. Recentemente lançou no mercado W.Duarte (está voltando a montar aqui), André Luis Silva, Ruberlei Viana, R.Nunes, todos em Cidade Jardim e Elton Nunes na Gávea (estes dois últimos são irmãos). A escola receberá o nome de Guido e Iolanda Pelanda. Oxalá, que tenhamos novas revelações.

* TRANSFERIDAS - As corridas que estavam programadas para os dias 7 e 21 de março, foram transferidas para os dias 14 e 28, respectivamente.

* PROVA ESPECIAL UBALDO SIQUEIRA - Motivo de Glória (Impression e Malydar por Parme), criação e propriedade do Haras Monte Carlo (Reco Farracha), levou o troféu, ao vencer a melhor carreira do festival, em 2.000m. Deixou para decidir a “parada” nos metros finais, quando acionado pelo Valmir Rocha, ultrapassou o então líder Modigliani, vencendo mais de 1 corpo. Flyer Black, foi o terceiro, seguido por Liberty Corner e Peter-Pilotto (algo houve), o favorito, que chegou longe. Olívio Zantedeschi responde pelo preparo. Em 6 apresentações logrou êxito em 2, além de 4 colocações.



Motivo de Glória mostrou total superioridade - Estéfano Lessa

 

* AS DEMAIS PROVAS - 1º: Em uma atropelada avassaladora, King Three (Salto) fez a festa. Além da pule ser compensadora, a direção imposta pelo Paiva foi melhor ainda. 2º: Tchê Barbaridade (Elusive Quality) brincou de correr. 3º: Jogo de Cartas (Rock Of Gibraltar), de ponta a ponta. 5º: A definição foi nos últimos metros, quando Buriti Berg conseguiu se firmar na liderança. 6º: Fast Beautiful (Soldier Of Fortune), entrou na reta já dominando a situação e liquidando a fatura. 7º: Fly Low (Vettori), foi duramente atacado no final por Vangelis, mas conseguiu manter focinho. 8º: Grand Mago (Bandido Secreto) foi a surpresa no fechamento.

* RAIO X DA REUNIÃO - V.S.Paiva levou 3 provas (King Three, Fast Beautiful e Fly Low). A.Menegolo Neto (Jogo de Cartas e Fast Beautiful) e Olívio Zantedeschi (Motivo de Glória e Buriti Berg) foram os destaques. O Haras Palmerini foi o destaque entre os criadores, conseguindo 2 belas vitórias (King Three e Fly Low). Depois de muito tempo, dois veteranos conseguiram marcar ponto: Alcione Menegolo (Fly Low) e Gilmar Brito (Grand Mago). Jogo de Cartas foi adquirido por Daniele Cristina de Souza. Os únicos a vencerem como criador e proprietário foram os Haras Monte Carlo (Motivo de Glória) e Cima (Buriti Berg). O movimento de apostas não foi o esperado. A média atingiu um pouco mais de R$ 23 mil. Menos do que na reunião anterior.

* ESTATÍSTICAS - Após a última reunião: CRIADORES - Haras Ponta Porã - 88 inscrições, 13 vitórias, 55 colocações, 14,7%; PROPRIETÁRIOS - Haras Rio Iguassu - 45, 14, 24, 31,1%; TREINADORES - Olívio Zantedeschi - 66, 15, 40, 22,7% e Ademar Pereira - 48, 15, 25, 31,2%, com o primeiro levando vantagem nas colocações e o segundo no rendimento; JÓQUEIS - Vicente Paiva – 106, 22, 60, 20,7%, mas o melhor rendimento é do Valmir Rocha, com 31,2%; REPRODUTORES - Pioneering - 61, 11, 29, 18%; ANIMAIS - Urgent Way - 6, 3, 3, 50%; ANIMAIS-/AVÓS MATERNOS - Minstrel Glory – 41, 9, 19, 21,9%.




* PRÓXIMO FESTIVAL - As atrações serão as Provas Especiais Luís Carlos Moletta (1.500m - Produtos de 3 e mais anos - Pesos Especiais), Antonio Jorge Ribeiro de Camargo (1.500m - Éguas de 3 e mais anos - Pesos Especiais) e Jael Bergamaschi Barros (1.200m - Produtos de 2 anos - Tabela I), além do Prêmio Dia do Turfista.

* STUD CHESAPEAKE - A sua cria Midsummer Rain (Setembro Chove e Kelang-USA por Deputy Commander), venceu a carreira principal do último sábado na Gávea, a Prova Especial Virginie, em 2.000m, grama (9m) macia, no tempo de 2’05”88. Eleita favorita (R$ 1,90), venceu por pescoço. Méritos para a direção do “mestre” Carlos Lavor.

* DO TARUMÃ PARA A GÁVEA - A equipe do Haras Rio Iguassu não foi a passeio. Na prova de encerramento do sábado apresentou a estreante Love do Iguassu (Agnes Gold e Flying Trip por Trippi), de sua criação e propriedade, vencendo por 1 corpo, sob a regência do Valmir Rocha, tendo no preparo o Ademar Pereira, assessorado pelo veterinário Mauricio Pontarolo. Em 4 corridas (1 GV, 3 TR) venceu 2 (GV, TR), além de 1 colocação. Os nossos parabéns a dupla Paulo e Luis Felipe Pelanda.

* NÃO VALEU - Passem uma borracha na atuação da estreante Linda do Iguassu, de criação e propriedade do Haras Rio Iguassu, na Prova Especial Virginie na Gávea. A filha de Forestry não teve um percurso dos mais favoráveis, finalizando em 5º, sob o comando da dupla Valmir Rocha/Ademar Pereira.

* MOSTROU MUITAS MANHAS - O treinador Marcos Decki apresentou na Gávea no domingo Xonado (Skypilot), ficando em 2º. O defensor do Haras Free Way mostrou muitas manhas, dando trabalho para o V.Gil.

* DO TARUMÃ PARA CIDADE JARDIM - Julio Cesar apresentou na Prova Especial Viziane no sábado em Cidade Jardim, Royal Forestry (Forestry), ficando com a dupla e na Prova Especial Emabruk, a castanho Zitrone Soda (Blade Prospector), obtendo um 3º, sob a direção de Zeferino M. Rosa. Ambos defendem as sedas do Stud Fenômeno.

* HARAS DOS GIRASSÓIS - Voltou a vencer, desta vez na Gávea com First Champion (Inexplicable e Zuana por Dancer Man). Além de massacrar os adversários (10 corpos), confirmou o seu grande favoritismo de R$ 1,00. O tempo para os 1.200m (AVM) foi de 1’14”72. Correu 14 (3 CJ, 9 GV, 2 TR) para vencer 5 (4 GV, 1 TR). Não está computada a sua campanha no Hipódromo da Madalena.

* HARAS BELMONT LTDA - Dante Franceschi festejando mais uma vitória de Rainha Pioneira (Pioneering e Rainha de Ponta por Blade Prospector), de sua criação e propriedade, na sexta-feira, 8, em Maroñas. O treinamento está a cargo do Denis Hermogéneo, substituindo Ricardo Colombo, que está suspenso. Sua campanha é muito boa, pois em 10 saídas conta com 5 vitórias em Maroñas e 1 em Las Piedras.

* MAIS UMA PARA A COLEÇÃO - Carlos Alberto Piovezan contabilizou mais uma conquista de Frozen (Pioneering e New York Dixie por Dixieland Band), de criação do Haras Santa Rita da Serra, na Gávea. Além de vencer com sobras, proporcionou um belo rateio. Percorreu os 1.400m (AE) em 1’27”59. O treinamento está a cargo do Jairo Borges. Correu 39 vezes (29 GV, 10 TR) para faturar 9 (5 GV, 4 TR).

* HARAS SANTARÉM - No festival da última sexta-feira no Cristal, venceu com Rafiq (Pioneering e Laser Touch por Touch Gold), de sua criação. Assumiu a ponta nos 300m finais para não ser mais alcançado. Correu 23 vezes para vencer 3 (1 CR, 2 GV).

* NÃO PARA DE FATURAR - Falamos do Haras Palmerini, que venceu no Cristal com a estreante e penqueira Hello Guardi (Impression e Voli Guardi por Fahim). Largou e acabou.

* HARAS J.B.BARROS - Voltou às manchetes. No sábado faturou com Trovão (Inexplicable e Power Vixen por Burooj). Surpreendeu os mais jogados colocando ¼ de corpo à frente de Amigado. Os 1.300m (GM) foram percorridos em 1’19”94. O pupilo de Osmar Loezer venceu a 1ª em 10 atuações (8 GV, 2 TR).

* VOLTOU A VENCER - Falamos do Stud Don Juan, da dupla de veterinários Joaquín e Erika, pela vitória de Silent Passion (Silent Times e Hay Passion por Siphon). Foi uma conquista apertada, porém de grande significação. O tempo para os 1.000m (GM) foi de 55”87. Em 11 atuações (10 GV, 1 TR) venceu 3 (GV) e 5 colocações (GV).

* CRIAÇÃO PARANAENSE NA GÁVEA - Acompanhe a relação dos ganhadores: Ganache (Inexplicable e Née por Jules), criação do Haras Santa Rita da Serra (1.300m-AVM - 1’22”38); American Bull (Benny The Bull), bem (1.100m-AVP - 1’06”09); Fletcher (Drosselmeyer e Marie Caroline por Roi Normand), criação do Haras Santa Rita da Serra (1.400m-AE - 1’27”96); Explosiva Tiger (Tiger Heart e Outra Mais por Stuka), criação da Agro Pastoril Haras São Luiz Ltda (1.100m-AVE - 1’09”26); Cau (First American e Pontaneta por Romarin), fácil, treinada por Adélcio Menegolo (1.100m-AVP - 1’06”20); Benggala (Shirocco e Hipiatra por Wild Event), criação do Haras LLC (1.400m-AP - 1’30”20).

* EM CIDADE JARDIM - Uma conquista na reunião do último sábado. Energia Ideal (5.Agnes Gold e Lira da Guanabara por Pitu da Guanabara), de criação do Haras Estrela Energia. Foi o preferido dos apostadores e não deu no bico. Tempo para os 1.000m (GM): 57”134.

* NO CRISTAL - Ainda a registrar a vitória de Payador do Sarandi (Pioneering), cria de Airton Solla Diniz (1.100m-AL - 1’11”30).

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.