CARTA AO LEITOR

 

APOSTAS E SEUS NÚMEROS

No Boletim de 6 de novembro da Organización Sudamericana de Fomento del Sangre Pura de Carrera - OSAF, foram divulgados números relevantes sobre as apostas das entidades filiadas a IFHA.  
Na América do Sul, leia-se La Plata, Palermo, San Isidro, Cidade Jardim, Gávea, Club Hípico de Concepción, Club Hípico Santiago, Hipódromo Chile, Valparaiso Sporting Club, Hipódromo de Monterrico, Las Piedras e Maroñas, foram apostados em 2016, 569 milhões de euros, ou seja, 0,6% dos 105.472.000.000 euros jogados no resto do mundo. Muito pouco!
Outro dado importante, mais atualizado, de 2017, é sobre o número de corridas/ano: Argentina - 5.596, Chile - 4.926, Brasil - 3.068, Peru - 1.913, Uruguai - 1.607.
O hipódromo que mais aposta por internet é o da Gávea, com 21%. Por telefone, Las Piedras e Maroñas - 22%. San Isidro lidera no quesito agências - 72% e Monterrico, com 42%, é o que mais joga dentro de suas dependências.
As corridas da América do Sul são muito bem aceitas ao redor do planeta e nos últimos 12 anos apostaram nelas 1.418.700.000 euros.
Conclusões principais: 1) As autoridades hípicas da América do Sul devem encontrar soluções para cambiar as apostas de Pools para Commingling; 2) Deveríamos fazer simulcasting entre países dentro da mesma região, sem restrições; 3) Necessitamos contar com uma direção profissional de apostas e investir sempre em novas tecnologias; 4) Adaptarmos nosso negócio para atrairmos as gerações mais jovens e novas.
Temos batido nestas quatro teclas há tempos...

MARCOS RIZZON

 

 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.