Carta ao Leitor
 
 
 

GP BENTO GONÇALVES E O OUTUBRO ROSA

Chegamos a maior prova do turfe gaúcho - o GP BENTO GONÇALVES - que já foi Grupo 1, mas que foi, infelizmente, rebaixado a Grupo 2.
Esperava mais páreos no cardápio, principalmente no sábado, dia da magna prova. Todavia a população equina diminuiu de 700 para 400 e, mesmo com o reforço de animais da Tablada, isso não foi possível.
Esperamos uma bonita festa e que o tempo ajude...
Nesta edição estamos fazendo uma homenagem na capa e na contracapa ao OUTUBRO ROSA.
Este movimento teve a sua origem nos Estados Unidos, depois do Congresso ter determinado Outubro como o mês da prevenção da doença. Durante seus 31 dias são feitas várias atividades que promovem a detecção precoce do câncer de mama.
Durante o mês de Outubro, são organizadas várias ações que pretendem fortalecer a necessidade e a importância da prevenção para um diagnóstico precoce. Também são angariados fundos para pesquisas que estudam a causa, prevenção, diagnóstico, tratamento e cura do câncer de mama.
Uma das características do Outubro Rosa é a iluminação de monumentos importantes com a cor rosa como forma de apoio à causa. No Brasil, o primeiro monumento com esta iluminação foi o Obelisco do Ibirapuera, em São Paulo, em 2002. Atualmente, são também iluminados o Palácio do Planalto, o Panteão da Pátria Tancredo Neves, o Cristo Redentor, o Congresso Nacional, etc.
O símbolo do Outubro Rosa é um laço ou fita rosa, algo que começou graças à G. Komen Breast Cancer Foundation, que os distribuiu numa corrida de sensibilização do câncer de mama, organizada em 1991, em Nova Iorque.

MARCOS RIZZON

 

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.