Gávea
 
 
 

HIPÓDROMO DA GÁVEA - RIO DE JANEIRO

SEA DREAM CONFIRMOU SEU FAVORITISMO
Brilhou a vitoriosa farda da Fazenda Mondesir

         Vindo de derrotar Lepate Goose - uma das forças do GP Henrique Possolo, a potranca SEADREAM (F.C.3a.RS - Drosselmeyer e Makeover, por Giant’s Causeway), criação e propriedade da FAZENDA MONDESIR, não teve dificuldade para vencer, em atropelada certeira, a PROVA ESPECIAL VIRGINIE, 7º páreo de sábado, 3 de fevereiro, no Hipódromo da Gávea.
Lovely Gabriela fez questão da ponta e liderou até a reta de chegada, com Claret sempre próxima em segundo. Future Queen, Fortune Queen, Fly First Class, SEA DREAM e Betting Site apareciam em seguida.
Na reta, exigida por Luan Silva Machado, Claret se defendia de vários ataques, mas não resistiu ao final forte da favorita SEA DREAM, que lançada por fora por Waldomiro Blandi dominou a carreira a 150 metros da meta. Em excelente exibição, Claret (Red Rock Canyon) a 1 corpo manteve a dupla, com Future Queen (Wild Event) a 1/4 de corpo em terceiro. Fly First Class (Wild Event) a 1 1/4 corpo foi a quarta colocada e Betting Site (Pounced) avançou do fundo do lote para a 1 corpo completar o marcador. A seguir: Fortune Queen e Lovely Gabriela. Farm e Energia Espacial não foram apresentadas.
A ganhadora SEA DREAM, preparada com a classe habitual de Venâncio Nahid, obteve a 3ª vitória (2ª clássica) em 9 tentativas e marcou 2’00”89 para os 2.000m, grama macia.


Sea Dream, com W.Blandi, vai ganhar muitas provas clássicas

 

OLYMPIC HANOI VENCEU DE FORMA EMOCIONANTE
Na tocada de Marcos Mazini, resistiu a vários ataques

         Num páreo de final emocionante, o potro OLYMPIC HANOI (M.C.3a.RS - Adriano e Maybe Sunday, por Any Given Saturday), criação e propriedade do Haras Regina, resistiu a vários ataques - na tocada eficiente de Marcos Mazini - e faturou a PROVA ESPECIAL FALCON JET, 8º páreo da reunião de sábado, 3 de fevereiro, no Jockey Club Brasileiro.
Luchese foi para frente logo após a partida, mas sempre perseguido por OLYMPIC HANOI. Bom Gosto pulou com pequeno atraso, mas logo foi acionado por Vagner Borges e assumiu a terceira posição. Fantastic Boy, Tiepollo, Orange Box, Fanboy, Fitzwilly e Namur vinham a seguir,
Na entrada da reta decisiva, Luchese ainda mantinha vantagem de 3 corpos sobre OLYMPIC HANOI, com Bom Gosto próximo em terceiro. A 350m do disco, OLYMPIC HANOI assumiu a vanguarda, mas Bom Gosto aparecia perigosamente em segundo e Fantastic Boy também evoluía pelo meio da pista. Na tocada vibrante de Marcos Mazini, num final de muita emoção OLYMPIC HANOI resistiu a todos os ataques e cruzou a meta com vantagem de 3/4 de corpo sobre Fantastic Boy (Wild Event) e Bom Gosto (Agnes Gold), que empataram na segunda colocação. Luchese (Molengão), que liderou durante a maior parte do tempo, a 1/4 de corpo completou a quadrifeta e Orange Box (Wild Event), avançando por fora, a 1 corpo deu números definitivos ao marcador. Depois: Tiepollo, Fitzwilly, Namur e Fanboy.
Com apresentação gabaritada do atual líder da estatística de treinadores do turfe carioca, Roberto Solanes, OLYMPIC HANOI comprovou sua evolução e conquistou sua 2ª vitória (1ª clássica) em 6 exibições, e assinalou 2’00”53 nos 2.000m, grama macia.


Olympic Hanoi, com M.Mazini, surpreendeu

 

EASIEST WAY: ATROPELADA MORTAL
Condução de Valdinei Gil foi um espetáculo

         Uma atropelada arrasadora foi exibida pela égua EASIEST WAY (F.A.4a.RS - Adriano e Smile Jenny, por Wild Event), criação e propriedade do Haras Santa Maria de Araras, no CLÁSSICO ANTONIO CARLOS AMORIM (L), 4º páreo da programação de domingo, 4 de fevereiro, no Hipódromo da Gávea.
Na partida, Perdonada foi para frente, com Trilha Olimpica próxima em segundo. Farm, Energia Espacial, Mud Pie, Felka, EASIEST WAY e Etapa Vencida vinham em seguida. Na curva, as duas da parelha do Araras perderam posições. Farm sobrou para quinto e EASIEST WAY para último.
Na reta decisiva, Perdonada tentava resistir. No meio da reta, Trilha Olimpica conseguiu ultrapassar Perdonada, mas a favorita EASIEST WAY, alertada por Valdinei Gil, veio com ação vistosa dominar a carreira sem luta e ainda a tempo de abrir 8 1/4 corpos sobre a segunda colocada, Trilha Olimpica (4.Fluke). Embora não tenha ameaçado a dupla, Etapa Vencida (4.Wild Event) a 2 corpos progrediu bem nos metros finais e completou a trifeta. Mud Pie (5.Wild Event) a 1 3/4 corpo foi a quarta colocada e Felka (4.Agnes Gold), pilotada por Jorge Ricardo, a 1 1/2 corpo completou o marcador. A seguir: Energia Espacial, Perdonada e Farm. Fly First Class não foi apresentada.
EASIEST WAY, preparada no capricho por Christiano de Oliveira, obteve sua 4ª vitória (2ª clássica) em 9 saídas e marcou 1’58”21 nos 2.000m, grama leve.


Easiest Way, com V.Gil, arranhou o recorde

 

FANCIFUL SURPREENDEU NO GP HENRIQUE POSSOLO
Brilhou a dupla Henderson Fernandes/Christiano de Oliveira

        Com pule de R$ 36,90 por real apostado, FANCIFUL (F.C.3a.RS - Wild Event e French Riviera, por Lode), criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Santa Maria, surpreendeu ao dominar o GP HENRIQUE POSSOLO (G.1), etapa inicial da Tríplice Coroa carioca de éguas, 6º páreo de domingo, 4 de fevereiro, no Hipódromo da Gávea.
Guanabara e Ordinary Love largaram nas duas últimas posições. JOLIE MABI, que saíra do segundo boxe, foi para a dianteira, mas logo foi superada por Feminine e pela grande favorita Silence Is Gold. Ordinary Love avançou para quarto e, na sequência, vinham: Frutada, FANCIFUL, Lepate Goose, Guanabara, Per-Piacere e Etrusca.
Na entrada da reta, as líderes mantinham suas posições. No meio da mesma, Silence Is Gold conseguiu assumir a vanguarda, mas já começavam a progredir com ótima ação Per-Pieacere e FANCIFUL. Esta, quando Henderson Fernandes conseguiu tirá-la do trânsito, engrenou forte atropelada e dominou a carreira, com Per-Piacere (Plenty Of Kicks) vindo formar a dupla, a 1/2 corpo da ganhadora. Lepate Goose (T.H.Approval), montaria de Jorge Ricardo, a 1/4 de corpo formou a trifeta, com Silence Is Gold (Agnes Gold) a 1 3/4 corpo na quarta colocação e Frutada (Wild Event) a 3/4 de corpo fechando o marcador. A seguir: Frutada, Etrusca, Jolie Mabi, Feminine e Guanabara.
FANCIFUL, a candidata ao título, foi mais uma ganhadora clássica apresentada por Christiano de Oliveira e conquistou sua 3ª vitória (1ª em prova graduada), até aqui formada por 6 atuações. O tempo assinalado por FANCIFUL nos 1.600m, grama leve, foi de 1’33”48.

 


Fanciful, com H.Fernandes, é a candidata

 

INVADER ACERTOU NO TIRO AO ALVO
Crioulo do Haras Las Madres levou nos últimos metros

            Corrido com muita tranquilidade por Angelo Márcio Souza, o cavalo INVADER (M.C.5a.PR - Red Rock Canyon e Naviraí, por Know Heights), criação do HARAS LAS MADRES e propriedade do Stud Estelinha, avançou nos instantes finais para ganhar o CLÁSSICO BARÃO E BARONESA VON LEITHNER (L), 8º páreo de domingo, 4 de fevereiro, na Gávea.
Enquanto Un Pingo pulava com pequeno atraso (mas logo entrava em carreira e assumia a segunda colocação), Tiro Ao Alvo ia para frente. Em seguida, apareciam: Knowledge, Huber, Devil Cat, INVADER, It’s My Boy, Hard Trick, Kaxinguele e Paint Naif. Na curva, Huber progrediu para terceiro (sobrando Knowledge para quarto) e It’s My Boy assumia a quinta posição.
Na reta de chegada, exigido por Marcelo Gonçalves, Tiro Ao Alvo mantinha a liderança, resistindo a tudo e a todos. Tirado da cerca interna com muita habilidade por Angelo Márcio Souza apenas nos 100m finais, INVADER ainda teve tempo para sacar vantagem de cabeça sobre Tiro Ao Alvo (4.Roderic O’Connor). Huber (4.Acteon Man) a cabeça foi o terceiro, também agarrado. Knowledge (4.Vettori) - a 1/2 corpo - e Kaxinguele (4.Good Reward) - a 1/2 corpo -, componentes da parelha do Haras Nacional, nesta ordem completaram o marcador. Depois: Devil Cat, Paint Naif, It’s My Boy, Un Pingo e Hard Trick.
O vencedor INVADER, que conquistou sua 7ª vitória (5ª clássica) foi mais um ganhador de prova importante do dia apresentado por Roberto Solanes. Marcou 1’33”80 nos 1.600m, grama leve.

 


Invader, com A.M.Souza, mais uma vez foi prejudicado na reta final

 

 


 
 

© 2018 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.