QUELLER RESISTIU A IDLE WAYS NO GP ROGER GUEDON
Argentina marcou a vitória de nº. 700 do Christiano Oliveira

No 4º páreo de domingo, 10 de janeiro, no Jockey Club Brasileiro, GP ROGER GUEDON (G.3) - prova que serve de preparatória para o GP Henrique Possolo, carreira inicial da Tríplice Coroa carioca feminina e destinada às Potrancas de 3 anos, com prêmio de R$ 18 mil (além do added de R$ 7.272,73) ao proprietário da ganhadora, marcou o êxito de nº. 700 do competente e jovem CHRISTIANO OLIVEIRA, graças à vitória de QUELLER (F.C.3a.ARG  - Roman Ruler e Queen Cabaret, por Wild Event), criada na seção argentina do Haras Santa Maria de Araras e de propriedade do Stud Santa Maria.
QUELLER pulou em 3º, chegou a sobrar ligeiramente para 4º e veio dominar a ponteira Namibia Lover no meio da reta decisiva. WALDOMIRO BLANDI (que substituiu M.Gonçalves) esperou o máximo para exigir as últimas reservas de sua conduzida, que dessa forma conseguiu - com vantagem de 1 ¾ corpo - se defender do ataque da favorita Idle Ways (Put It Back), que formou a dupla de potrancas treinadas pelo Christiano. Quick Gold (Agnes Gold) avançou para 3º, a 3 ¼ corpos; Nuit Noire (Forestry) foi a 4ª colocada, a ¼ de corpo; e Caribbean Time (Agnes Gold) completou o placar, a 1 corpo. Depois: Romantic Love, Namibia Lover e Jovelina (algo houve).
QUELLER, apresentada em forma impecável pelo Christiano Oliveira obteve a sua 3ª vitória (e o batismo clássico) após um total de 6 tentativas, sem jamais deixar de figurar no marcador. O tempo para os 1.600m, grama leve, foi de 1’33”48.


Queller, com W.Blandi, está pronta para a milha do Possolo

 

AMOR TOTAL, NO ÚLTIMO PULO
Alex Mota e Roberto Morgado Junior, perfeitos

No 7º páreo de domingo, 10 de janeiro, no Hipódromo da Gávea, CLÁSSICO BAL A BALI (L), R$ 12 mil, para Produtos de 3 anos e mais idade, uma atropelada espetacular deu a vitória ao AMOR TOTAL (M.C.4a.RS - Put It Back e Quite a Bride, por Stormy Atlantic), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud Eterno Amor.
Corrido pelo ALEX MOTA (que substituiu Marcelo Gonçalves) na penúltima posição, à frente apenas de Olympic Icecream - que largou com atraso -, na reta AMOR TOTAL engrenou atropelada avassaladora e chegou a tempo de derrotar Campelanda (4.Midshipman) por cabeça e Norgaard (4.Gober) por ½ corpo, num final emocionante. Harry Potter (4.Adriano) foi 4º, a 2 corpos; e João da Jandinha (3.Agnes Gold), que liderou a prova, completou o placar, a ½ corpo, destribado. A seguir: Olympic Ipswich e Olympic Icecream.
AMOR TOTAL, apresentação principesca do ROBERTO MORGADO JR., conquistou seu 5º triunfo (2º clássico) em 9 corridas e gastou 1’27”16 para os 1.500m, grama leve. 


Amor Total, com A.Mota, levou a melhor

 

 

   
     


© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.