Gávea
 
 
 

HIPÓDROMO DA GÁVEA - RIO DE JANEIRO

CAPITÓLIO (SILENT TIMES) NÃO DEU CONFIANÇA AOS RIVAIS
Brilhou a criação do Haras Santa Rita da Serra

         O cavalo CAPITÓLIO (M.C.6a.PR - Silent Times e Jingle Bells, por Aksar), criação do HARAS SANTA RITA DA SERRA e propriedade do Stud Grumari largou na frente e ensinou o caminho do disco aos rivais na PROVA ESPECIAL TROYANOS, 4º páreo de domingo, 10 de dezembro, na Gávea.
Junto à cerca interna, CAPITÓLIO buscou a liderança logo após a largada, seguido por Imortal Glory, Last Hope, Know How, Leão de Prata e Dr. Phelipe, que corria em último algo afastado do lote. Na reta de chegada, CAPITÓLIO seguia firme na frente, ajustado por Angelo Márcio Souza e Last Hope já aparecia em segundo, com as demais posições sem alterações. Nos metros finais, Last Hope (5.Distorted Humor) mostrava que não tinha ação para passar pelo ponteiro e, como não foi fustigado pelos de trás, manteve a 2 3/4 corpos a dupla. Leão de Prata (4.Crimson Tide) descontou para a 2 corpos completar a trifeta, Know How (4.Drosselmeyer) correu sempre em quarto (a 2 1/4 corpos) e Dr. Phelipe (5.Pounced) a 16 1/2 corpos completou o placar. Depois: Imortal Glory. Não correram: Special Envoy e Life Style.
Na qualidade de preparo de Jairo Borges, CAPITÓLIO, que já venceu o GP Presidente da República (G.1) de 2015, obteve a 9ª vitória (4ª clássica) em 32 apresentações e marcou 2’01”03 nos 2.000m, grama macia.


Capitólio, com A.M.Souza, voltou a ser Capitólio

 

ISHVARA, EM FINAL DE EMOÇÃO
A filha Cape Town é crioula do Stud Red Rafa

         A égua ISHVARA (F.C.6a.SP - Cape Town e South America, por Stuka), criação do STUD RED RAFA e propriedade do Stud Pocotinha, avançou do fundo do lote para dominar No La Quieras por focinho nos metros finais da PROVA ESPECIAL OLD TUNE, 8º páreo da reunião de domingo, 10 de dezembro, no Jockey Club Brasileiro.
Mesmo saindo por fora de todas, Rainha Judith assumiu a liderança, Gearbox corria em segundo. India do Iguassu, Festa Pronta, Jenny Holzer, Barbara Mel, No La Quieras, Famosa Carmen e ISHVARA vinham em seguida.
Na reta, Rainha Judith resistia junto à cerca interna, Gearbox e India do Iguassu tentavam se aproximar, mas nos metros finais da carreira, o panorama modificou-se totalmente e, No La Quieras e ISHVARA, que vinham no bloco de trás, passaram a brigar pela primeira colocação. ISHVARA, tocada com firmeza por Marcos Mazini, sacou vantagem de um focinho sobre No La Queiras (3.First American), que formou a dupla. Rainha Judith (4.Timeo), que brigou desde a largada - a 2 corpos - finalizou em meritório terceiro lugar. Gearbox (4.Drosselmeyer), outra que teve participação destacada, a 2 3/4 corpos completou a quadrifeta e India do Iguassu (5.First American) a 1/4 de corpo deu números finais ao marcador. A seguir: Festa Pronta, Jenny Holzer, Famosa Carmem e Barbara Mel. Sib Reality não foi apresentada.
ISHVARA, a ganhadora, foi muito bem apresentada por Cosme Morgado Neto e conseguiu sua 6ª vitória (1ª clássica) em 28 saídas e assinalou 1’14”16 nos 1.200m, areia macia.

 


Ishvara, com M.Mazini, surpreendeu

 

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.