JAMBERLY, DO EMBALAGEM, ASSUMIU A LIDERANÇA ENTRE AS POTRANCAS
Waldomiro Blandi e Dulcino Guignoni, os responsáveis pelo G.2

No 3º páreo de domingo, 9 de maio, GP FRANCISCO VILLELA DE PAULA MACHADO (G.2), R$ 24 mil + R$ 5 mil (Added), reunindo quatro Potrancas de 2 anos,  ao proprietário ganhador, com uma vitória de ponta a ponta, assumiu a liderança da ala feminina da geração mais nova a veloz JAMBERLY (F.C.2a.RS - Drosselmeyer e Many Thanks, por Vettori), de criação (no HARAS FRONTEIRA PAP) e propriedade do STUD EMBALAGEM.
Com o ritmo do páreo bem dosado pelo WALDOMIRO BLANDI, JAMBERLY tinha reservas na reta de chegada e pôde conter, sem dificuldade, as tentativas de aproximação da favorita Just Like e o forte arremate de Regal Tight (Agnes Gold), que veio formar a dupla no final, a 3 ½ corpos. Cansada de perseguir a vencedora, Just Like (Wild Event) sobrou para 3º, a ¼ de corpo. Sentimental Lady (Wild Event) completou o placar do diminuto campo, a 10 ½ corpos.
JAMBERLY, que foi apresentada em forma impecável pelo DULCINO GUIGNONI, marcou seu 2º êxito (e o batismo clássico) através de sua 5ª tentativa. O tempo para os 1.500m, grama pesada, foi de 1’32”87. 


Jamberly, com W.Blandi, liquidou na partida

 

OCEANO AZUL É DO FIGUEIRA DO LAGO
Brilharam Wesley S. Cardoso e novamente Dulcino Guignoni

No 5º páreo de domingo, 9 de maio, GP CONDE DE HERZBERG (G.2), R$ 24 mil + R$ 8.484,85 (Added), com a participação de oito Produtos de 2 anos, mais um batismo clássico: o de OCEANO AZUL (M.C.2a.RS - Forestry e Vejinha, por Choctaw Ridge), de criação e propriedade do HARAS FIGUEIRA DO LAGO. 
Depois de entrar a reta decisiva na 2ª colocação, emparelhou com o então ponteiro Online nos 400m finais e, a partir daí, na tocada firme do WESLEY DA SILVA CARDOSO, foi abrindo vantagem para cruzar a meta 6 ¼ corpos à frente de Saint Barth (Agnes Gold), que veio formar a dupla. Online (Agnes Gold) sobrou para 3º, a 1 ½ corpo. Orfeu Negro (Agnes Gold) foi 4º, a ¼ de corpo, e Sweet Baby James (Put It Back) deu números definitivos ao marcador, a 1 corpo. A seguir: Jumping Flight e Jamaicano (algo houve).
OCEANO AZUL, como  Jamberly - vencedora do clássico de potrancas - foi preparado pelo DULCINO GUINONI e conquistou a 2ª vitória (1ª clássica) em 3 saídas, sem jamais deixar de pagar placê. O tempo para os 1.500m, grama pesada, foi de 1’32”52.

 

VITÓRIA FIRME DE HANG LOOSE
Jorge Ricardo e Venâncio Nahid, uma dupla perfeita

No 8º páreo de domingo, 9 de maio, PROVA ESPECIAL OLD TUNE, R$ 9,1 mil, reunindo oito Éguas de 3 anos e mais idade, com a categoria do recordista mundial de vitórias, JORGE RICARDO, êxito de HANG LOOSE (F.C.4a.RS - Put It Back e Trottoir, por Bernstein), de criação do Haras Santa Maria de Araras e propriedade do Stud By Winner’s.
Pouco depois da partida, HANG LOOSE assumiu a liderança. Na reta de chegada, Ricardo aguardou o mais que pôde para dar a partida final em sua pilotada, que correspondeu plenamente e cruzou o disco 4 ¼ corpos à frente de Ginger Touch (4.Midshipman), que veio formar a dupla, mesmo após ter dado vantagem na largada. Nuit Noire (3.Forestry) foi a 3ª colocada, a 1 ¾ corpo, enquanto Não Me Pega (4.Glória de Campeão) completava a quadrifeta, a 1 corpo. Gyoza (6.Agnes Gold) fechou o placar, a 2 ¾ corpos. Depois chegaram: In The Wind, Una Sola e In Your Dreams.
HANG LOOSE, foi apresentada em forma perfeita pelo VENÂNCIO NAHID (o mais vitorioso da história do turfe carioca ainda em atividade) e marcou seu 6º ponto na campanha formada, até aqui, por 17 corridas, assinalando 1’32”01 para os 1.500m, grama pesada. 


Hang Loose, com J.Ricardo, despediu-se no larga


 

   
     


© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.