O VALOR DAS MARAVILHOSAS REPRODUTORAS NACIONAIS
Marcos Camardella - marcos-camardella@bol.com.br

         Os alinhamentos por via maternal, por suas restritas possibilidades quantitativas, diante das limitações impostas pela natureza, não são muito explorados e resultam de pouca divulgação.
O autor propõe, tão somente, extrair do quadro das matrizes, aquelas que vão sendo eternizadas pelos títulos dos seus descendentes diretos, no âmbito das últimas décadas.
Espera, dessa maneira, contribuir para reavivar alguns nomes e revelar aqueles outros, passando pelos anos desapercebidamente, bem como reverenciar nomes históricos.
Para levantar a relação, será adotado o critério de méritos levando-se em conta a produção de mais de um ganhador de provas clássicas e de Grupo 1, 2, e 3, por ordem alfabética:
ARGUCIA (Timão) - Arcangelo, Arieta, Arnaldo e Artung;
BABULINKA (Frenchman’s Creeck) - Corintho e For Merit;
BODURNA (Ever Ready) - EL Flete, Black Bess e Cartaya;
BURTILE (Burpham) - Ortile e Quertile;
CAMARILHA (Xaveco) - Cambrinus e Carrara Marble;
CANDLE (Adil) - Euphorie e Hammer;
EPINETTE (Blackamoor) - Derek e Angriff;
FLICKA (Flamboyant de Fresnay) - Calau e Uleanto;
FEITORIA (Coaraze) - Panthere e Regine;
FAUSSE MONNAIE (Ghadeer) - Absolute Ruler e Durban Thunder;
FLEDERMAUS (Violoncelle) - Maus, Nermaus, Permaus e Redermaus;
GARBOSA BRULEUR (Tintoretto) - Race Horse, Sisamo, Garboleto e Hansita;
GRÃ (Mat Cocagne) - Gratus, Grão de Bico e Grão Ducado;
GIRICE (Alberigo) - Leão do Norte e Spencer;
HOSPITALEIRA (Yakarto) - Lonly, Mural, Only Smiles e Quinze Quilates;
HELLO RISO (Earldom) - Nice Child, O Maior, Quick As Thunder e So Happy;
HULA HOOP (Sabinus) - Nice N’easy, Pallazzi, Queribus e Satin Blue;
ICE QUEEN (Bonnard) - Old Master e Pacific Queen;
JUTURNA (Zuido) - Venise Star, Zoa e Breitner;
LISELOTTE (Maki) - African Boy e Grison;
LUZON (Fastener) - Tibetano e Aporé;
LEREIA (Mat Cocagne) - Zirbo e Beskov;
LIFE WORK (Hang Ten) - Flying Finn e Rust Flyer;
MISTY MOON (Baronius) - Verinha e Be Fair;


Be Fair - JCB

NUVEM (King Salmon) - Timão, Ximbauva, Zuido, Canoro, Diese e Lá;
NUZA (Waldmeister) - Zirkel e Comodista;
OSCILAÇÃO (Waldmeister) - Tijolo, Anorak, Bretagne e Dimane;
OCASIÃO (Waldmeister) - Ugago, Aniuak, Cisplatine e Deep Blue;
PLATINA (Blue Peter) - Zarza, Delos e Fiapo;
QUERSIA (John Araby) - Denso, Exito e Hersio Kidd;
QUARANA (Pharas) - Clackson e Decedez;


Clackson - JCB


RISOTA (Jolly Joker) - Clouet, Drambuia, Fiddlesticks, Hello Riso, Nossa Joia, Rabat e Quebra Cabeça;
SHOW GIRL (Xadrez) - Goethe e Exotico;
SAPHINHA (Trinidad) - Finesse e Heliaco;
SWEET HONEY (Egoismo) - Suspiciuos Mind, Sirena e Sweet Eternity;
TACY (Tommy) - Fontaine, Heron e Quadrilha;
TAVIRA (Effervescing) - Tale e Quale, Time For Fun, Top Hat e Tignanello;


Top Hat - Globoesporte

VARANDA (Gabari) - Campal, Full Love e Heckel;
XASQUITA (NORDIC) - Play Boy e Haffers;
WATER LILLY (Noceur) - Ingrato e Late Win;
Merecem, com todo louvor, fazer parte dessa relação nomes como: CHARMING DOLL (Much Better); MENGA (Anilité); HAE (Asola); MARILU (Farwell); LORETTA (Lohengrin); AURORA (Negroni); LADY PAT (Troyanos); DARSENA (Daião) e CICCE (Narvik).
Infelizmente, dessa GALERIA DE OURO DA CRIAÇÃO NACIONAL constam somente os nomes de três sobreviventes, ainda hoje em atividade: SIRENA, TOP HAT e TIME FOR FUN.
Há muito tempo que a criação nacional está carente de uma digna  representante que mereça fazer parte dessa seleta galeria.

 

 

 
 

© 2017 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.