VERDADEIRAS
Marcos Rizzon


MEDINA SPIRIT DEU POSITIVO DE BETAMETASONA

Medina Spirit, o ganhador do último Kentucky Derby (G.1), deu positivo de betametasona e agora poderia ser desclassificado, segundo anunciou no domingo, 9, Bob Baffert, seu treinador.
De regresso a Churchill Downs, para onde viajou visando trabalhar o potro e a Concert Tour (Street Sense) de cara ao Preakness Stakes (G.1) desta semana, o profissional concedeu uma conferência de imprensa junto ao seu advogado.
Segundo declarou, foram encontrados na mostra do filho de Protonico, 21 picogramos do corticoide, uma droga de classe C que está permitida no Estado de Kentucky, porém segundo as regras, requer de ao menos 14 dias desde sua última aplicação e qualquer nível de detecção no dia da corrida é uma violação. Até agosto último, a tolerância era de 10 picogramos, mas foi cambiada a zero.
Depois de 5 positivos em 2020, e de quase 30 em sua trajetória, após esta nova violação aos regulamentos, parece desta feita Baffert não escapará.

SOBRE O KENTUCKY DERBY

Filho de Protonico (Giant’s Causeway), Medina Spirit custou apenas 1.000 dólares para o jóquei colombiano José Gallegos quando foi oferecido como yearling, que vendeu-o depois por US$ 35.000 aos 2 anos.
De 1960 até 2021, segundo um estudo que realizou o site Horse-Races.net depois da corrida, a maioria dos ganhadores do Kentucky Derby custaram menos de 50.000 dólares neste período, sem medir o peso da inflação, vale destacar.
E mais, desde a primeira versão das rosas foram só 4 os produtos vendidos em remate público que custaram US$ 500.000 ou mais: Fusaichi Pegasus (Mr. Prospector, US$ 4.000.000), Winning Colors (Caro, US$ 575.000), Justify (Scat Daddy, 2019, US$ 500.000) e Alysheba (Alydar, US$ 500.000).
Sem viajar até os 1.200 dólares que custou Canonero (Pretendre) antes de vencer o Derby de 1971 ou os US$ 6.500 que foram pagos por Dust Commander (Bold Commander), o heroi em 1970; Mine That Bird (Birdstone, vencedor em 2009) adquirido por USS 9.500, Real Quiet (Quiet American), que quase foi tríplice coroado em 1998, US$ 17.000.
Craques como Seattle Slew (Bold Reason), Spectacular Bid (Bold Bidder), Sunday Silence (Halo) ou Unbridled (Mr. Prospector) foram comprados por 17.500, 37.000, 32.000 e 70.000 dólares, respectivamente.
Em outra parte da análise, dos 20 produtos que correram o Derby no período estudado e que custaram US$ 1 milhão ou mais, o único a vencer foi Fusaichi Pegasus. Lion Heart (Tale Of The Cat), que yearling saiu por US$ 1.400.000, foi 2º em 2004 e o resto apenas terminou do 4º lugar para trás. A estatística é terminante.
Se tomarmos como referência aqueles 3 anos que foram parte da grande carreira de Churchill Downs e que saíram por US$ 575.000 (ou mais), só se soma a lista de ganhadores a potranca Winning Colors, ainda que a cifra de exemplos suba a 39, com outro detalhe: destes, só 6 terminaram entre os 5 primeiros, ou seja, 15,3%.
A quantidade de nascimentos nos Estados Unidos flutuou desde os 15.000 até os 40.000 há poucos anos, sendo que agora rondam os 20.000.
Bob Baffert é o único treinador que ganhou por 7 vezes o Kentucky Derby, e o fez com Medina Spirit (US$ 35.000), Authentic (Into Mischief, US$ 350.000), Justify (US$ 500.000), American Pharoah (Pioneerof The Nile, US$ 300.000), War Emblem (Our Emblem, 20.000), Real Quiet (17.000) e Silver Charm (Silver Buck, 100.000). Pelos seus 7 Derby Winners foram pagos 1.422.000 dólares, com uma média de US$ 203.142.
Fica claro que em matéria de cavalos de corrida o dinheiro não compra a felicidade; nem sequer parece acercá-la demasiadamente.

NICHOLAS NO HARAS EL MALLÍN

Antonio Bullrich aposta em cavalos argentinos - dos 4 que estão em seu criatório - 3 são locais.
O Haras El Mallín, a cabanha do Presidente da Comissão de Carreiras do Hipódromo de Palermo contará em 2021, com três campeões: Puerto Escondido, Hurricane Cat (Storm Cat), seu pai, Fragotero (Roman Ruler) e Nicholas, que pertencia ao Stud Nosotros (irmãos Bufollo, João Boyadjian, Delson Petroni e Marco Tulio Bottino), Melhor Milheiro de 2018 na Argentina.
Nicholas (Equal Stripes), 500 quilos, ganhou 3 Grupos 1 - dos 1.600 aos 2.000m -, treinado por Enrique Martín Ferro, totalizando 7 êxitos em 25 saídas, inclusive os GPs Joaquín S. de Anchorena, San Isidro e Miguel A. Martínez de Hoz, e os Clásicos Forli (G.2-1.800m) e América (G.2-1.600m), sempre em pista de grama, além de 2º no Gran Premio San Isidro (G1), acumulando 5.917.057 pesos em somas ganhas.
Pelo lado materno, Nicholas é filho de Nandaly (Catcher In The Rye) e neto de Gincana (Lode), mãe do ganhador no exterior Ginepri (Easing Along). Sua terceira mãe é a ótima Qué Ilusión (Cipayo), Reprodutora do Ano e que produziu o craque Chullo (Equalize), Cavalo do Ano, Campeão Cavalo Adulto, Campeão 3 Anos Macho e Campeão Fundista; ao ganhador de G.1 Honor (Honour And Glory) e aos placês de black-type Ilize (Equalize), Quiney (Egg Toss) e Fra Diavolo (Equalize).

CHILE: TIZ THE LAW SERVIRÁ EM 2021 NO HARAS PASO NEVADO

Já faz algum tempo que o Haras Paso Nevado de um salto gigante de qualidade em sua genética, traduzido por espetaculares resultados. Notáveis reprodutores passaram pelos seus campos, encabeçados pelo maravilhoso Scat Daddy (Johannesburg), Powerscourt (Sadler’s Wells) e Lookin At Lucky (Smart Strike), e, mais recentemente, Verrazano (More Than Ready), além das “esperanças” Practical Joke (Into Mischief) e Classic Empire (Pioneerof The Nile).
Pois bem, em 2021 essa historia viverá um novo capítulo de primeiro nível com a chegada ao Chile para a temporada sul-americana do estupendo Tiz The Law, um dos melhores produtos de 2020 nos Estados Unidos e que dará continuidade ao trabalho em conjunto com o Ashford Stud, o satélite da Coolmore no Kerntucky e onde servem ou serviram a maioria dos mencionados reprodutores.
O filho de Constitution e Tizfiz (Tiznow), e que cobree atualmente por 40.000 dólares naquela cabanha, competiu com as cores do Sackatoga Stable (composto por 35 sócios), vencendo em seu debut em Saratoga para logo ganhar o prestigioso Champagne Stakes (G.1) em Belmont Park, concluindo a campanha de 2 anos com um 3º lugar no Kentucky Jockey Club Stakes (G.2).
Sua trajetória aos 3 anos começou com 4 triunfos seguidos, inclusive o Holy Bull Stakes (G.3), o Florida Derby (G.1), o Belmont Stakes e o Travers Stakes (G.1), para logo cair ante Authentic (Into Mischief) no Kentucky Derby (G.1). Sua última saída foi na Breeders’ Cup Classic (G.1) de Keeneland, quando foi 6º, outra para Authentic.
Tizfiz, a mãe de Tiz the Law, prevaleceu no San Gorgonio Handicap (G.2) em 2009 e é irmã própria de Fury Kapcori (Tiznow), que se impôs no Precisionist Stakes (G.3) de 2014. Sua avó é irmã materna do excepcional Favorite Trick (Phone Trick), Campeão 2 Anos Macho de 1997 nos Estados Unidos e um dos cavalos mais precoces de todos os tiempos ali.
Tiz The Law ganhou 6 carreiras no norte com 2.735.300 em prêmios, sendo o melhor filho do promissor Constitution (Tapit), que também passou pelo Chile, trabalhando no Haras Don Alberto, com muito êxito.

* PREAKNESS STAKES (G.1) - Será corrido neste sábado, 15, no Hipódromo de Pimlico, a 2ª Prova da Tríplice Coroa dos Estados Unidos, em 1.900m, areia: 1- Ram (R.Santana Jr.); 2- Keepmeinmind (D.Cohen); 3- Medina Spirit (J.R.Velazquez) - o candidato -; 4- Crowded Trade (J.Castellano); 5- Midnight Bourbon (I.Ortiz Jr.); 6- Rombauer (F.Prat); 7- France Go de Ina (J.Rosario); 8- Unbridled Honor (L.Saez); 9- Risk Taking (J.L.Ortiz); 10- Concert Tour (M.E.Smith).

* VII GP MAGI AVERALDO - Será corrido no dia 19 de junho, no Jockey Club Cearense - Hipódromo de Aquiraz, em Aquiraz. Teremos 10 provas neste dia. O comercial feito para a divulgação ficou excelente!

* CHRONNOS - Sua 1ª Geração está indo muito bem, já com 3 ganhadores. Mais uma nova e bela opção para a criação brasileira. Pertence ao Haras Anderson.

* AGRADECIMENTO AO JCSP - Pela Homenagem ao Jornal do Turfe quando da disputa da 5ª prova do último sábado. A mesma por coincidência foi vencida por Pink Blue Hotel, de criação e propriedade de nosso patrocinador Haras Phillipson e filho de Wenzel Blade, de nosso parceiro há duas (ou mais) décadas José Stephanes Gringo.

* AGRADECIMENTO A EURICO ROSA - Por nos ter enviado seu livro: “CAVALGANDO PELA LIBERDADE - EURICO ROSA DA SILVA”. Show!

* PALERMO... - Comemorou 145 anos na sexta-feira, 7 de maio, com 20.000 pessoas assistindo pelo YouTube sua programação de 13 páreos. O hipódromo é considerado um ícone portenho e foi declarado patrimônio arquitetônico da cidade de Buenos Aires.

* IN THE END... - Foi o preço máximo da “Venta La Pasión y Firmamento” realizada em 29 de abril, sob o martelo de Antonio Bullrich.  Ganhadora de 6 corridas dos 3 aos 5 anos em San Isidro e Palermo, inclusive o Handicap Tiny, a filha de Easing Along e In The Bar (Tiznow) foi adquirida por Facundo San Pedro, prenhe de Il Mercado para parir em julho próximo por 21.500 dólares oficiales. In The Future (Storm Bird), sua avó, é irmã materna do ganhador de G.1 Victory Speech (Deputy Minister) e do também titular clássico nos Estados Unidos Euro Code (Forestry), todos da família da destacada vitoriosa de G.1 Ida Delia (Graustark).

* FIM DE CAMPANHA PARA ASTRID - Segundo informou o jornalista Germán Boiso, a campeã Astrid (3.The Leopard e Castle Rose-USA por Awesome Again), sofreu uma lesão em uma das mãos após finalizar em 3º no Handicap Especial Rendija de Maroñas, e teve sua campanha encerrada. Crioula do Haras Santa María de Juncal, treinada por Mario Pombo para a caballeriza Los Cuervos, totalizou 7 vitórias em 15 apresentações, inclusive o Gran Premio Criterium Potrancas (G.2) e os Clásicos Producción Nacional (G.3) e Sarandí (G.3), além do Campeones Juvenile Fillies e do Estados Unidos de América, sendo 2ª no Gran Premio Polla de Potrancas e nos Clásicos Gran Bretaña (G.3) e Jorge y Melchor Pacheco. Astrid é irmã da G.3 Kavalera (Pollard’s Vision) e da placê de G.2 Gloriana (Freud), ambas com campanha na Argentina.

* MALATHAAT - A campeã do Kentucky Oaks poderá ser inscrita no Belmont Stakes (G.1), dia 5 de junho.  próximo cerrará la Triple Corona en los Estados Unidos. Um dos temas fundamentais é ter John Velazquez em su dorso, mas se Medina Spirit (Protonico) ganhar o Preakness Stakes (G.1), obviamente ele será sua primeira opção, disse Rick Nichols, Vice Presidente e General Manager da Shadwell Farm. Todd Pletcher, preparador da filha de Tapit, está acostumado a rota Oaks e Belmont Stakes, pois em 2007 faturou estas provas com Rags To Riches (AP Indy).

* PEDRO NICKEL FILHO - Está em 30º na Estatística Argentina por somas ganhas e, em 49º, na por vitórias (5).

* MORRE JUAN EUGENIO ENRÍQUEZ ORTIZ APÓS RODADA - Muita dor causou a família hípica peruana a morte deste bom jóquei, após uma rodada espetacular com Como Cañón (Grand Canyon Way), na prova de abertura de sexta-feira, 7. A queda aconteceu a 20 metros da meta, por causa de uma fratura na mão esquerda do potro treinado por Alfonso Arias e de propriedade do Stud Del Mar. Foi a 1ª vez que Enríquez Ortiz - que em 15 de fevereiro passado completara 27 anos - montava o castanho de 440 quilos. Ortiz perdeu a consciência e foi transladado de ambulância para a clínica mais próxima, todavia não resistiu. A reunião foi suspensa quando a notícia chegou, pois era muito querido por todos. Ganhador de 1.306 corridas, Juan Eugenio debutou nas pistas em 19 de março de 2011 e sua maior vitória foi no GP Latino-Americano de 2014 com o local Lideris (USA.Mizzen Mast).

* MARCOS FERREIRA - Seu quadro se agravou nas últimas horas e, inclusive, teve um AVC. Sua irmã Cláudia Ferreira pede a todos para orarmos por ele, a espera de um milagre.

* CHICO DO COURO GROSSO - Em tratamento de câncer e, por causa da doença, sem trabalhar há um bom tempo - devido a quimioterapia e radioterapia - terá que passar por novos e caros exames. Quem quiser ajudá-lo: Banco do Brasil - Ag. 2822-3 - Conta: 7390-3 - Francisco Bezerra de Oliveira.

 

   
     


© 2020 - Jornal do Turfe Ltda.
Copyright Jornal do Turfe. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Jornal do Turfe.